Residência artística teve lugar em Portel

Foto: Município de Portel

O grupo Fio à Meada realizou no início deste mês de fevereiro uma residência artística em Portel.

A Ermida São Pedro e o Auditório Municipal foram os espaços escolhidos por aquele grupo para trabalhar e estudar as performances que pretendem levar a cabo num futuro próximo.

Esta residência artística, intitulada “Maria Liberdade”, comportou um primeiro momento onde as participantes permaneceram durante dois dias na Ermida de São Pedro, de modo a trabalharem a temática e o espectáculo.

No terceiro dia de trabalhos, foi tempo de realizar um ensaio e afinar a performance no espaço do Auditório Municipal Portel. De salientar que, esta residência artística faz parte do processo que conduzirá à apresentação em Portel do espectáculo “Maria Liberdade”, durante o decorrer deste ano, integrado nas diversas propostas artísticas do Município de Portel que em 2024 terão lugar para celebrar os 50 anos de Abril.

Susana Mareco, porta voz do grupo Fio à Meada, agradeceu a disponibilidade e hospitalidade da Câmara Municipal e destacou a forma como o município continua a encorajar os projectos e as carreiras dos portelenses, mesmo quando já não vivem em Portel. “Apesar de estar longe há muitos anos, ainda continua a ser a minha terra e é aí que encontro o meu sentido de comunidade”.