Coro e orquestra da Universidade de Évora no dia 11 em Montemor

No próximo dia 11, quarta-feira, pelas 21.30 horas, decorre no Cineteatro Curvo Semedo, em Montemor-o-Novo, um concerto pelo Coro e Orquestra da Universidade de Évora.

Missa brevis Sancti Joannis de Deo, de Joseph Haydn, trata-se de uma pérola da música sacra, escrita na primeira metade da década de 1770 para a Ordem Hospitaleira de São João de Deus, da cidade austríaca de Eisenstadt, onde Haydn vivia longas temporadas, em cada ano, ao serviço dos Príncipes de Eszterházy.

Criada em 2007 como unidade científico-pedagógica, a Orquestra da Universidade de Évora, tem por objetivos apoiar e difundir a atividade da licenciatura em Música, participando na representação cultural e artística da Universidade de Évora e contribuindo para a vertente da prestação de serviços à comunidade através de concertos de beneficência.

Neste sentido, tem sido feito um esforço para que, de ano para ano, se intensifique o número de atuações, tendo esta medida a dupla função de afirmar a imagem e o papel da Orquestra, e a de motivar os alunos a uma maior profissionalismo por via da prática, medida esta que tem vindo a revelar-se positiva pelo empenho dos alunos.

O Coro da Universidade de Évora foi fundado a 11 de abril de 1983, sob a direção de Manuel Ferreira Patrício, e é composto por estudantes, funcionários e docentes da Universidade de Évora e por antigos membros. É uma Associação Académica com fins culturais e sem fins lucrativos, cujo objetivo consiste na preparação, interpretação e promoção de música, em especial música coral, de qualquer época e autor. Anualmente, o coro realiza concertos no âmbito das cerimónias protocolares da Universidade de Évora e concertos com os grupos académicos da Universidade.