Embaixador Edgar Matias vence pela primeira vez a Ultra Maratona Atlântica Melides-Tróia

No passado domingo, dia  7 de julho, as praias do Concelho de Grândola foram palco da 19.ª edição da Ultra Maratona Atlântica Melides-Tróia (43km) e da 10.ª edição da Corrida Atlântica Comporta-Tróia (15km), onde o embaixador da prova, Edgar Matias, natural de Melides, conquistou pela primeira vez a vitória na Ultra Maratona Atlântica.

Edgar Matias, que representa o Grupo Desportivo Recreativo São Francisco da Serra, acrescentou este título aos cinco títulos europeus conquistados no início do ano nos Europeus de Veteranos. Com um tempo de 03:05:35, o atleta superou o segundo classificado, Daniel Martins, do Clube Desportivo Areias de São João, que completou a prova em 03:20:05, uma diferença de 15 minutos para o primeiro classificado. Patrícia Serafim Marques, também do Clube Desportivo Areias de São João, conquistou o terceiro lugar na classificação geral e foi a primeira atleta feminina a cortar a meta, com um tempo de 03:22:02. Esta vitória marca a 10.ª edição em que Patrícia Serafim vence o primeiro lugar da classificação geral feminina.

Ainda no setor feminino da Ultra Maratona Atlântica, Laura Grilo, do Clube Praças da Armada, ficou em segundo lugar com um tempo de 03:43:26, repetindo a posição do ano anterior. Sheila Azevedo fechou o pódio feminino com um tempo de 04:03:41, melhorando o seu desempenho comparativamente ao ano passado.

No que se refere aos resultados da Corrida Atlântica Comporta-Tróia (15km), Bruno Santos, do Grupo Recreativo Desportivo da Reboleira, sagrou-se vencedor da 10.ª edição da Corrida Atlântica Comporta-Tróia, com um tempo de 00:53:18. Bruno Paixão, vencedor das quatro edições anteriores e atleta do Beja Atlético Clube, ficou em segundo lugar com um tempo de 00:53:35, após se lesionar durante a corrida. Cláudio Rodrigues, do Clube Desportivo Areias de São João, completou o pódio masculino com um tempo de 00:54:50.

No setor feminino, Kcénia Bougrova, da Run Tejo – Prevent Sprain, venceu pelo quarto ano consecutivo com um tempo de 01:05:52. Ana Margarida Lourenço chegou em segundo lugar com um tempo de 01:08:41, melhorando a sua posição relativamente ao ano anterior. Paula Ramalho, a representar a Casa do Benfica de Reguengos de Monsaraz, fechou o pódio feminino com 01:10:13.

A Vereadora da Câmara Municipal de Grândola, com o Pelouro do Desporto, Carina Batista, destacou o sucesso desta edição, sublinhando que “o balanço é muito positivo, tivemos um dia fantástico, com condições climáticas ideais para quem precisou de despender muito esforço, portanto, acho que estamos todos de parabéns. A ideia é superar sempre os números do ano anterior e no próximo ano temos a 20.ª edição da prova, estando a preparar algumas surpresas, portanto, esperamos que se juntem a nós mais uma vez. Quero agradecer em primeiro lugar aos patrocinadores, que são sempre importantes, a todos os voluntários que responderam positivamente ao convite e a todos os técnicos do município. Acho que fizemos um excelente trabalho e estamos todos de parabéns”.

A Ultra Maratona Atlântica é uma prova de superação onde os atletas desafiam os limites do corpo e da mente, tornando-se cada um deles numa fonte de importantes lições de vida. Este ano, o evento contou com mais de 500 inscritos na Corrida Atlântica, estabelecendo um recorde absoluto, e mais de 200 participantes na Ultra Maratona Atlântica. O público presente nas praias do Concelho de Grândola incentivou os atletas ao longo do percurso, que culminou num dia memorável e de emoções fortes para os participantes, familiares e espetadores.