Hospital Militar de Évora celebrou 135 anos

O presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, marcou presença, na tarde de 27 de maio, na cerimónia que assinalou o 135º aniversário da Unidade de Saúde Militar de Évora, que contou igualmente com as demais autoridades civis, militares, religiosas e Instituições do foro assistencial da cidade.

Situada em pleno centro histórico da cidade de Évora, no edifício do antigo Colégio da Madre de Deus, do século XVI, que, em 1880, foi comprado pelo Ministério da Guerra para nele instalar um Hospital Militar, passou a estar a funcionar em pleno em 1889, como Hospital Regimental do então Regimento de Cavalaria N.º 5. Desde então, desenvolveu ininterruptamente a sua atividade, sofrendo ao longo dos anos várias transformações e designações. Atualmente é dirigido pelo Tenente-Coronel Médico Dentista Gil Leitão Borges.

A sua missão consiste em garantir o apoio sanitário à atividade operacional em toda a região sul do país. Paralelamente, assegura o apoio sanitário em apoio próximo e de área às unidades militares do Exército e, dentro da capacidade sobrante, o apoio à família militar, além de iniciativas de grande impacto e envolvimento com a comunidade, como é o caso da Semana da Saúde Oral.

Para assinalar a efeméride, os militares e civis da Unidade iniciaram o dia deslocando-se ao Hospital do Espírito Santo de Évora para efetuar uma dádiva de sangue.