U. Montemor empata em Portel na 1.ª jornada da Taça Dinis Vital

Na tarde deste domingo, 25 de setembro, iniciou a época oficial do Distrital da Associação de Futebol de Évora. O arranque foi efetuado com a 1.ª jornada da Taça Distrito de Évora Dinis Vital, que nesta época surge com um modelo diferente, iniciando com uma fase de grupos.
Na 1.ª partida oficial na época 2022/2023, o Grupo União Sport (GUS) deslocou-se ao Campo D. Nuno Álvares Pereira, em Portel, empatando a zero. Em relação às outras partidas com equipas do concelho de Montemor, o Cabrela empatou a 3 bolas em casa com Estrela de Vendas, o Foros Vale Figueira ganhou por 1-0 ao Cortiçadense, o Valenças averbou derrota por 1-4 diante do Lusitano de Évora B, o Escouralense também perdeu em casa por 0-1 com o At. Reguengos e o Fazendas do Cortiço saiu derrota por 1-3 diante do Monte Trigo.

Sobre o jogo que a RNA acompanhou com relato, com o GUS a viajar até Portel, o treinador do GUS, João Guerra, escolheu um 11 inicial com 6 caras novas. O Portel entrou bem na partida e, aos 13 minutos, surge o primeiro aviso da equipa da casa, com Relíquias a rematar mas a não concretizar. O Portel dominava, e bem, enquanto que o União tinha dificuldades em meter a bola na frente. Já perto dos 30 minutos, o União tentou responder, criando duas excelentes oportunidades, através de Gonçalo Catalão, mas este foi perdulário. Depois, no espaço de 1 minuto, o Portel desperdiçou duas boas chances. A equipa de Joaquim Cardoso jogava bom futebol e incomodava o União, com a equipa treinada por João Guerra a apresentar um futebol mais direto. Ao intervalo mantinha-se o nulo no marcador, resultado que se ajustava, numa boa 1.ª parte de futebol, com uma boa surpresa por parte do Portel, colocando o União em sentido, em grande parte nos primeiros 45 minutos.
A 2.ª parte arrancou com uma alteração em cada equipa. No Portel, Duarte Baião rendeu Serrano, enquanto que no União Semedo entrou para a saída de Fábio Capela. Gonçalo Catalão teve mais duas oportunidades nos primeiros minutos, mas desperdiçou. Ao minuto 53, o Portel faria nova substituição, com Mustafá a entrar para o lugar de Brian. Também o União efetuou uma segunda alteração, aos 62 minutos, com Leonardo Pereira a render Luís Madeira. À entrada dos últimos 15 minutos do desafio, havia oportunidades mas não havia golos. Aos 78 minutos, o Portel faz entrar Machado, saindo Relíquias. Aos 88 minutos, o Portel fez a última substituição, com João Bugiu a render Rodrigo Vicente.
O jogo chegaria ao fim com o marcador em branco, naquela que que foi uma bela partida de futebol, com muitas oportunidades construídas pelas equipas, numa partida que claramente merecia não ficar em branco. Note-se que a 2.ª parte foi mais dividida, com menos oportunidades, mas com os dois conjuntos a lutaram pela vida, mas houve desacerto no momento de finalizar! Ficou claro que este ano não vai ser fácil passar em Portel.

Resultados:
AF Évora Taça Dinis Vital Fase Grupos
Grupo A
Santana do Campo – Estremoz (adiado para 30/10)
Cabrela 3-3 Estrela Vendas Novas

Grupo B
Borbense 4-0 S Pedrense
GD Portel 0-0 U. Montemor

Grupo C
Arcoense 0-3 Sp. Viana
Foros Vale Figueira 1-0 Cortiçadense

Grupo D
Tourega 3-1 Vera Cruz
Aguiar 0-7 Canaviais

Grupo E
Valenças 1-4 Lusit. Évora Clube B
Oriolenses 1-3 Alcaçovense

Grupo F
Escouralense 0-1 At. Reguengos

Grupo G
Fazendas do Cortiço 1-3 Monte Trigo

Grupo H
Arraiolense 0-7 Redondense