CDU com diversas intervenções na reunião de Câmara de Montemor

Os eleitos da CDU em Montemor-o-Novo revelam, no comunicado abaixo, as suas intervenções, na reunião de Câmara desta terça-feira, dia 21.

“No Período antes da Ordem do Dia, os eleitos da CDU colocaram os seguintes temas:

– A.XAT – Destaque aos atletas Francisco Veiga e Pedro Rego que subiram ao pódio do campeonato nacional absoluto com o 2º e 3º lugar respetivamente.

– Filmes da Praça – Destaque para a antestreia nacional em Montemor-o-Novo da longa-metragem de animação “Nayola”, produzido de Montemor-o-Novo para o mundo. Destaque para o início do Mestrado Internacional em Cinema de Animação em Montemor-o-Novo e ainda para a curta-metragem “Carpinteiro de Papel” que venceu nas categorias Melhor Curta Prémio Júri e Público, no Festival Curtas-Metragens Portalegre Core.

Estas iniciativas demonstram que a estratégia de apoio na fixação de artistas e estruturas em Montemor-o-Novo, apesar de muito criticada por PS e CDS até recentemente, tem sido a correta, permitindo a Montemor ser, atualmente, uma referência no mundo do cinema de animação.

– Abertura do ano letivo – Foi solicitada informação sobre o arranque do ano letivo no concelho, uma vez que chegou aos eleitos da CDU, a informação que as AEC – Atividades de Enriquecimento Curricular, não tiveram início, desconhecendo-se a data em que o mesmo possa vir a ocorrer. Esta ausência de AEC condiciona, em muito, a vida das famílias e dos próprios alunos. Neste ponto, convém relembrar que desde o passado dia 1 de abril de 2022, esta passou a ser uma competência do Município. Face ao questionado, informou o Vereador Henrique Lopes que espera que a situação esteja resolvida no início do próximo mês.

– Flexol – Temos vindo a denunciar a utilização desta instalação para depósito do bagaço da azeitona de fora do concelho. Continua a bacia cheia e, em vésperas de época de chuva e de nova época de colheita de azeitona, é preocupante que esta situação continue por resolver. O Vereador Henrique Lopes assumiu o problema e informou que está a acompanhar a situação.

– ETAR Ciborro e Santiago do Escoural – Desenvolvimento dos processos da construção das ETAR de Ciborro e Santiago do Escoural. Estes processos estavam em fase muito adiantada, tendo inclusive decorrido já negociações com proprietários dos terrenos. Contudo, neste neste último ano, não existiram desenvolvimentos. O Vereador Henrique Lopes não tinha informações a prestar.

– Aquisição de prédio – Os eleitos da CDU foram informados da aquisição pelo Municipio de Montemor-o-Novo, de um prédio no Largo dos Paços do Concelho pelo valor de 380.000€ com finalidade de colocar serviços do Município e criar estacionamento público.

Contestamos o valor despendido num edifício degradado, que precisa de projeto de intervenção e um grande investimento para a sua requalificação, quando se encontram já concluídos projetos de intervenção em edifícios municipais para receberem os serviços e trabalhadores, nomeadamente nos antigos celeiros da EPAC, antigo Jardim de Infância nº2 e Estaleiro da ADUA.

Na Ordem de Trabalhos, na proposta apresentada para atribuição da Medalha de Mérito Municipal a Rui Horta, aprovada por unanimidade com a seguinte declaração de voto dos eleitos da CDU:

“O projeto autárquico da CDU sempre teve presente que a cultura é, sempre foi e sempre será feita por mulheres e homens de trabalho, força de espírito e de vontade, emancipação e determinação. A cultura é um retrato fiel das nossas gentes. A cultura traz a razão de ser e a afirmação dos territórios e concretiza uma intensa vida associativa que se traduz na atividade de criadores e artistas.

Este é um património valioso que torna possível que hoje Montemor-o-Novo assente o seu desenvolvimento numa matriz cultural sólida, com uma importante participação das associações, dos criadores e da população.

Foi neste sentido, e assente em opções políticas fortemente criticadas pela oposição até recentemente, que a CDU incentivou e apoiou a fixação de vários artistas nacionais, e internacionais, no nosso Concelho.

Com a criação de estruturas artísticas que criaram uma dinâmica cultural ímpar em Portugal, trabalhando em rede com as associações locais, atraindo inovação e desenvolvimento, organizando eventos de referência e proporcionando experiências únicas à população Montemorense e a quem nos visita.

É com este enquadramento que Rui Horta escolhe, em 2000, Montemor-o-Novo para se fixar e aqui criar O Espaço do Tempo, uma estrutura artística que acolheu ao longo destes 22 anos centenas de artistas emergentes. Levando Montemor-o-Novo sempre consigo para o Mundo, nunca perdeu a capacidade de manter a comunidade local envolvida. Desde o Movimento Associativo Local à Escola, todos reconhecem O Espaço do Tempo e Rui Horta como um elemento da nossa terra, como um embaixador de Montemor-o-Novo.

Face ao acima exposto, os eleitos da CDU na Câmara Municipal, votam favoravelmente a proposta apresentada.”

– No ponto do Gabinete das Associações, os eleitos da CDU deixaram notas de preocupação sobre a forma de atribuição dos apoios às associações desportivas do concelho, pois por opção política, todos os apoios serão liquidados após comprovativos de pagamento, o que obriga as associações a avançarem dinheiro. Sabemos das dificuldades que o movimento associativo tem para ter liquidez financeira e alertamos para os constrangimentos que possam advir desta decisão.

A nossa proposta, tal como sucedia até à época passada, passa pelo pagamento mensal do apoio, sendo entregue no final de cada época, um relatório e as contas aprovadas pelos clubes dentro da sua autonomia própria.

– Na proposta de adesão do Município de Montemor-o-Novo à Associação Limpeza Urbana – Parceria para Cidades + Inteligentes e Sustentáveis, apresentada pelo PS, os eleitos da CDU questionaram a utilidade prática desta adesão, bem como a finalidade do pagamento da anuidade de 2500€. Não tendo havido esclarecimento sobre estas questões, os eleitos da CDU votaram contra a proposta. Com a abstenção do eleito do CDS/PSD, esta proposta NÃO FOI aprovada.

Os eleitos da CDU mantêm o seu trabalho constante em prol do concelho, disponíveis para uma oposição construtiva, mas frontal e assertiva, denunciando as constantes alterações de posição de quem assume atualmente os pelouros da Câmara Municipal”.