Eficácia energética de uma habitação é o tema em destaque na DECO

Quanto mais proveito de um sistema de aquecimento o consumidor conseguir, maior será a eficiência energética de uma habitação, para isso, melhorar o isolamento de janelas, ou portas, pode contribuir para uma maior retenção de calor.

Nesta semana na rubrica da Deco, Maria Inês Alvarenga, jurista de delegação do Alentejo da Associação para a Defesa do Consumidor, alerta para a importância de melhorar as condições de isolamento térmica das habitações, até porque “como sabemos que a construção em Portugal, não é sempre das melhores, convém por isso, fazer um convite aos consumidores a pensarem em aspetos como a melhoria de janelas”, de forma a reter a maior quantidade de calor dentro de casa.

A jurista informa que, à semelhança do que foi falado na semana passada, o consumidor pode ter aderir a apoios, “para quem não beneficia de tarifa social que se chama “Edifícios Mais Sustentáveis”, é também um programa do Fundo Ambiental, este destina-se, em vez de o consumidor receber prontamente o cheque de 1.300 euros mais IVA, tem que inicialmente dar conta da sua alteração e depois essa alteração é comparticipada, num limite de valores criados por este Fundo Ambiental”.

Para que os consumidores se mantenham informados sobre soluções mais eficientes de aquecimento é possível  visitar a página da Act4eco, uma plataforma de aprendizagem, não só sobre o tema do aquecimento, como também dos eletrodomésticos mais adequados e faturas de energia.

A eficiência energética de uma habitação é o tema desta semana na rubrica da Deco com Maria Inês Alvarenga.