Futebol: Grupo União Sport termina ano a perder em Serpa e na última posição

Este domingo, jogou-se a 10.ª jornada da Série F do Campeonato de Portugal, com o Grupo União Sport (GUS) a deslocar-se a Serpa, onde terminou o ano com uma derrota por 2-1, caindo para o último lugar da classificação.
A partida, que a Rádio Nova Antena acompanhou com relato, começou de forma viva. Aos 7 minutos aconteceu a primeira contrariedade para o Serpa, com Luís Henrique a render o lesionado Jorge Raposo. O Serpa tinha mais posse de bola, com o União a estar mais na expetativa. À passagem da meia hora de jogo, o Serpa esteve perto de inaugurar o marcador, enquanto que o União apresentava muitas dificuldades para ligar o seu jogo ofensivo. A equipa da casa estava mais perigosa no jogo mas, em contra-ataque, aos 35 minutos, o GUS iria inaugurar o marcador, com Diogo Sandes a colocar a bola nas costas da defensiva do Serpa e, com calma e mestria, Miguel Serrano marcava o primeiroda tarde. É caso para dizer que, no aproveitar está o ganho. O União vencia ao intervalo, aproveitando bem a única chance que teve na 1.ª parte.
No arranque da 2.ª parte, ambas as formações efeturam uma alteração. No Serpa, António Infante rendeu David Prata, enquanto que no GUS, Denilson foi substituído por Josemar. João Guerra, aos 57 minutos, joga pelo seguro e tirou o amarelado Diogo Sandes, que tinha efetuado algumas jogadas em que arriscara ser expulso, entrando para jogo André Capucho. Aos 60 minutos, o árbitro assinala grande penalidade, castigando suposta mão na bola de João Nobre. Na transformação, Iaquinta marca de forma exemplar e empata a partida. Aos 66 minutos, o Serpa consegue a cambalhota no marcador, com Iaquinta a bisar no encontro. Em apenas 6 minutos, o União via-se a perder, com o Serpa a estar muito mais perto de aumentar a vantagem, do que a equipa montemorense de empatar. Com queixas físicas, Luís Madeira seria substituído por Fábio Capela. Aos 78 minutos, o Serpa mexeu novamente no seu 11, com Tiago Floriano a ser rendido por Pedro Seco. Em cima dos 90 minutos, Rui Pereira foi a jogo, saindo Ricardo Bernardo. Já nos descontos, o União teve grande oportunidade para empatar, com um cruzamento fantástico de Miguel Serrano, o mais inconformado da equipa, com João Nobre a não chegar a tempo, mas bola ainda raspou tinta do poste. Para queimar tempo, no Serpa, ainda fez entrar Diogo Petiz para o lugar de Marcos Delgado. A partida iria terminar com a equipa do Serpa a regressar às vitórias, uma vitória merecida, pois foi a mais acutilante ao longo de todo o jogo, sempre com mais posse de bola. O União termina o ano de 2021 e inicia a 2.ª volta do campeonato com uma derrota, o que resulta também na queda o último lugar da tabela classificativa.

Resultados: Campeonato de Portugal Série F – 10.ª jornada (19/12):
Pinhalnovense 0-0 Olhanense, Juventude Évora 0-1 Moncarapachense, Serpa 2-1 U. Montemor, Barreirense 1-2 Esp. Lagos, Louletano 20:00 Imortal (20/12).

Campeonato de Portugal Série F 2021/2022 – após 10.ª jornada
Posição Clube jogos V E D GM GS Pts
1 Olhanense 10 7 1 1 16 7 23
2 Moncarapachense 10 6 2 2 18 9 20
3 Pinhalnovense 10 5 4 1 16 8 19
4 Louletano 9 4 4 1 21 10 16
5 Juventude 10 2 5 3 10 8 11
6 Barreirense 10 2 5 3 8 9 11
7 Imortal 9 2 5 2 7 8 11
8 Esp. de Lagos 10 3 1 6 14 17 10
9 Serpa 10 2 0 8 6 27 6
10 U. Montemor 10 1 2 7 7 20 5