Futebol: Grupo União Sport empata com Barreirense e consegue pontuar

Neste domingo, 5 de dezembro, o Grupo União Sport (GUS) regressou aos pontos, conseguindo empatar 0-0, no Estádio 1.º de Maio, com o Barreirense, em partida da 8.ª jornada, da série F, do Campeonato de Portugal.
Nesta partida, que a Rádio Nova Antena acompanhou com relato, o jogo iniciou bem vivo, com o GUS, logo nos primeiros instantes de jogo a ter uma excelente oportunidade para inaugurar o marcador, mas Fábio Capela não conseguiu ser feliz diante de Vítor Rodrigues. A resposta do Barreirense não se fez esperar, e Diogo Balau efetuou um tiraço, com a bola a bater com estrondo no poste esquerdo da baliza unionista. Na sequência da mesma jogada, há um jogador do Barreirense que, sozinho diante Nuno Brás, atira por cima. A partir daí o Barreirense tomou conta do desafio e esteve muito perto de chegar ao golo por várias ocasiões. Já perto do final da 1.ª parte, houve uma segunda bola no ferro da baliza do GUS, com Eze a cabecear ao travessão.
Em resumo, nos primeiros 45 minutos, o União entrou bem no jogo, quase a marcar, mas a 1.ª parte foi de maior domínio da formação forasteira com mais e melhores oportunidades, no entanto, o nulo no marcador manteve-se.
Ao intervalo, o Barreirense efetuou a sua primeira substituição, com Pedro Fonseca a render Rodrigo Jorge. A primeira grande chance da 2.ª parte foi para o Barreirense, com Gonçalo Santos a não conseguir cabecear de forma eficaz, após um cruzamento venenoso de Valau. Pouco depois, novamente por Eze, acontece mais um remate ao ferro do União, que passava por grandes dificuldades. Nesta altura, o Barreirense apenas não estava na frente do marcador por manifesta falta de sorte e eneficácia. O União em duas jogadas podia também ter marcado, primeiro por Pipo, que escorregou no momento em que seguia isolado, e depois por Capela, que foi para a grande área, fez tudo bem, mas rematou mal, com a bola a sair muito ao lado. Aos 59 minutos, a equipa forasteira voltou a mexer, com Cajó Conceição entrar para o lugar de André Flor. Aos 70 minutos, o treinador do Barreirense, David Martins, fez entrar João Varela e Diogo Madaleno para os lugares de Diogo Gonçalves e Gonçalo Santos. A baliza de Nuno Brás estava abençoada, pois a bola aos 71 minutos, voltou a raspar no poste após remate. João Guerra fez a sua primeira substituição aos 72 minutos, fazendo entrar João Machado, que rendeu Pipo. O União, para o último quarto de hora, colocou em campo Ricardo Bernardo, que rendeu Capela. Aos 84 minutos, no GUS, Luís Madeira entrou para o lugar de Diogo Sandes. Aos 87 minutos, o União fica com menos um jogador, com William Gomes a ver o 2.º amarelo e consequente expulsão. Após os 90 minutos, jogaram-se mais 4 minutos de compensação, mas o resultado não se iria alterar, com a partilha de pontos entre as duas equipas.
Em resumo, globalmente o Barreirense foi superior, com o União a ter também as suas oportunidades e, desta forma, aceita-se como justo este resultado, num jogo que estava feito para não haver golos.

Resultados Campeonato de Portugal Série F 8.ª jornada:
Imortal – Esp. Lagos (6/12), U. Montemor 0-0 Barreirense, Moncarapachense 1-0 Louletano, Pinhalnovense 4-1 Serpa, Juventude Évora 0-1 Olhanense

Campeonato de Portugal Série F 2021/2022 – após 8.ª jornada
Posição Clube jogos V E D GM GS Pts
1 Olhanense 8 6 1 1 14 7 19
2 Pinhalnovense 8 5 2 1 16 8 17
3 Moncarapachense 8 4 2 2 12 8 14
4 Louletano 8 3 4 1 16 9 13
5 Juventude 8 2 4 2 10 7 10
6 Imortal 7 2 3 2 7 8 9
7 Esp. de Lagos 7 3 0 4 13 13 9
8 Barreirense 8 1 4 4 6 9 7
9 U. Montemor 8 1 2 5 5 13 5
10 Serpa 8 1 0 7 3 21 3