Ponte de Sor e mais sete municípios na circularidade da água

Teve lugar na passada quarta-feira, dia 24, a reunião com os líderes do projeto Laboratório da Paisagem da Câmara Municipal de Guimarães e com entidades e intervenientes relevantes do Município de Ponte de Sor, no qual foram ouvidas as opiniões e sugestões para a temática em questão, e que farão parte da discussão para o futuro plano de ação do Município no âmbito do programa CApt2.

“CApt2 – Circularidade da água, por todos e para todos”, assim se designa a candidatura aprovada no âmbito da Iniciativa Nacional Cidades Circulares (InC2), da Direção Geral do Território na área temática do Ciclo Urbano da Água e ao qual o Município de Ponte de Sor se candidatou e foi um dos oito municípios que ganharam a candidatura.
O projeto apresentado aponta ao desenvolvimento de um modelo de governança local, que integra os diferentes agentes responsáveis pela gestão da água e inclui o cidadão como indutor de transformação para um modelo circular e participativo. Pretende, igualmente, contribuir para as políticas de gestão da água e a orientação dos municípios na transição para uma economia circular, mas também para a criação de sinergias entre os parceiros e a promoção da formação e capacitação ambiental de todos os atores do Ciclo Urbano da Água, incluindo o cidadão.
A rede de oito municípios CApt2 é liderada pelo Laboratório da Paisagem de Guimarães, um centro de investigação e educação na área da sustentabilidade, e é participado pela Câmara Municipal de Guimarães e os municípios de Águeda, Lagoa (Açores), Loulé, Mértola, Oeiras, Oliveira de Frades e Ponte de Sor.