Reabilitação do Celeiro da Cultura quase acabada em Borba

A reabilitação do Celeiro da Cultura, em curso, insere-se no Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) de Borba, previamente aprovado e contratualizado com a Autoridade de Gestão do Programa Operacional da Região Alentejo. A obra assume um investimento total superior a 275 mil euros, tendo aprovado apoio FEDER superior a 235 mil euros. A conclusão da obra está prevista para o final deste ano.

O edifício objeto da operação localiza-se no centro histórico da cidade de Borba, numa zona de transição com uma malha urbana mais recente e menos massificada. Trata-se de um imóvel patrimonialmente relevante, em termos municipais, não só pela função original (celeiro comum), como também pela arquitetura popular que ainda se encontra bastante intocada.

O Celeiro da Cultura é um edifício constituído por dois pisos, com acesso autónomo, sendo os espaços interiores, na sua formação original, bastante amplos, fomentando assim a sua utilização para atividades expositivas, culturais, pedagógicas e educativas. A intervenção tem como pretensão a recuperação e reabilitação do edifício, mantendo a sua função de equipamento de utilização pública para atividades recreativas, socioculturais e essencialmente expositivas.

Vão ser feitas a substituição e alteração do desenho de toda a cobertura e estrutura de apoio, a adaptação do espaço às necessidades a pessoas com mobilidade condicionada e intervenções interiores que permitam uma utilização mais ampla e abrangente do espaço e reparação dos danos estruturais

A intervenção, por si só, “tem uma forte influência nas circunstâncias urbanas e de desenvolvimento urbano atuais da cidade, atuando como um espaço de charneira entre o centro histórico e o tecido urbano mais recente”, assegura o Município borbense.