Câmara de Montemor recorda comboio na cidade

A propósito do aniversário do Caminho-de-Ferro em Portugal, assinalado a 28 de outubro, a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo partilhou uma foto do dia da inauguração da estação de caminho-de-ferro de Montemor-o-Novo, a 2 de setembro de 1909.

A 28 de outubro de 1856, foi inaugurado o primeiro troço ferroviário entre Lisboa e o Carregado, na Linha do Leste, agora designada Linha do Norte. A Comissão Europeia determinou 2021 como o Ano Europeu do Transporte Ferroviário, com o objetivo de promover este modo de transporte sustentável, inteligente e seguro, a fim de incentivar a sua utilização, contribuindo para a consecução do objetivo do Pacto Ecológico da UE de neutralidade climática até 2050.

O Ramal de Montemor-o-Novo era uma linha ferroviária que ligava Torre da Gadanha (estação pertencente à Linha do Alentejo) à cidade de Montemor-o-Novo, com cerca de 12 quilómetros e tinha apenas uma paragem: Paião. Em 1978, existiam quatro circulações em cada sentido, demorando a viagem cerca de 25 minutos. Antes do encerramento, a 28 de maio de 1987, o ramal estava reduzido a uma única circulação diária.

Nos nossos dias, a única estação ativa no concelho de Montemor, situa-se em Casa Branca, freguesia de Santiago do Escoural, ainda um importante ponto de ligação e troca de percursos e caminhos, que entrou ao serviço no dia 15 de fevereiro de 1864. A Estação de Casa Branca foi requalificada entre 2010 e 2011, devido a um projeto da Rede Ferroviária Nacional, que dotou a mesma de infraestruturas modernas. Esta estação, afirma o Município montemorense, “é um veículo a potenciar como porta de entrada privilegiada, para que o concelho seja cada vez mais um local de paragem”, “um espaço que possa trazer novos sentidos e significados para este território, num combate às desigualdades e assimetrias que as regiões do interior sofrem”. É fundamental promover a qualidade das referidas infraestruturas e promover o turismo, a cultura, o património histórico e natural, a gastronomia, gentes e locais.

No antigo canal ferroviário de Montemor, hoje convertido na Ecopista do Montado (inaugurada a 8 de março de 2009), pode encontrar ao longo do caminho alguns vestígios ferroviários, como um edifício da antiga estação da Torre da Gadanha, o antigo apeadeiro de Paião, a ponte sobre o Rio Almansor e o edifício de passageiros da estação de Montemor-o-Novo, hoje já convertido em fábrica de chocolate.