Número de dádivas de sangue é semelhante ao ano passado

Depois de um período mais complicado, em que os dadores de sangue tinham algum receio em fazer a sua dádiva habitual, devido à Covid-19, a Associação de Dadores Benévolos de Sangue está a conseguir regressar À normalidade e manter o número de dádivas.

Floriano Saiote (na foto), presidente da Associação, refere que “o número de dadores é praticamente o mesmo em relação ao ano passado com a particularidade de que muitos dadores que não faziam a sua dádiva há muito tempo estão a voltar a fazê-lo”.

Floriano Saiote recorda a importância de dar sangue, uma vez que “os hospitais portugueses precisam de mais de mil unidades de sangue por dia”. A nível regional, o presidente da associação refere que “os hospitais de Évora e Beja têm conseguido manter as reservas”.

Dadores de sangue estão voltar aos poucos à normalidade deste ato que pode salvar vidas.