Isaure Delom, ativista pelo“Slow Travel” é recebida pela Marca em Montemor-o-Novo

A Marca – Adl, associação sem fins lucrativos, com sede social em Montemor-o-Novo, recebe esta semana Isaure Delom, uma ativista do movimento Slow Travel. A ativista está em Portugal para participar no congresso, “A Whole For Travel” em Évora. Ao longo da sua viagem de bicicleta, de França, até Montemor-o-Novo, Isaure passou por diversos municípios alentejanos.

Rosa Coelho, vice presidente da Associação explica que movimento Slow Travel promove viagens de forma diferente, recorrendo a meios de transporte mais sustentáveis e ecológicos. A vice presidente revela ainda que “Isaure visitou vários municípios do Alentejo e agora temos oportunidade de recebê-la para visitar Montemor-o-Novo. O que ela procurou, nas paragens ao longo do percurso, foi visitar entidades locais, que de alguma forma, promovem a sustentabilidade e também outras formas de fazer turismo”.

A MARCA – ADL é uma associação sem fins lucrativos com sede social em Montemor-o-Novo. Rosa Coelho, explica que este é um projeto que tem como objetivo o desenvolvimento qualificado do concelho de Montemor-o-Novo em especial a promoção de ações na área sócio – cultural, preservação ambiental e valorização do património natural e construído. Apesar de trabalhar “essencialmente em Montemor, trabalhamos também em articulação com outros territórios”, explica Rosa Coelho, de modo a envolver toda a comunidade e instituições, “na procura de soluções que promovam a sustentabilidade e a melhoria da qualidade de vida das pessoas”.

Quanto à escolha da Marca, enquanto entidade recetora desta iniciativa, Rosa Coelho explica que se deve ao projeto, de turismo criativo, “Saídas de Mestres”, desenvolvido pela Associação, que promove um conjunto de oficinas, ligando questões ambientais e recursos naturais, dando a conhecer o património e saberes do Alentejo. Este projeto interliga-se com o trabalho desenvolvido pela Associação, no âmbito da conservação da natureza e juventude. Para além destes eventos e iniciativas, a Marca – adl, tem um viveiro de plantas autóctones, localizado em Santa Margarida, no terreno da casa João Cidade.

No que toca à programação para estes dois dias, a vice-presidente da Marca explica que hoje, vai decorrer “uma das oficinas do programa “Saídas de Mestres”, que vai ser sobre pintura alentejana, com a participação do celeiro das artes, em Casa Branca”, sendo uma atividade desenvolvida pela projeto “Encontro Terras de Ferro”, financiado pelo Alentejo 2020, numa parceria com as Oficinas do Convento. “Na sexta-feira, dia 24, convidamos toda a gente a participar num passeio de bicicleta, que se vai iniciar na Ecopista, com um percurso de cerca de 15 quilómetros, começando às 15. 30 horas”, começando a atividade com uma conversa com a ativista Isaure Delom.

Isaure, a ativista do movimento “Slow Travel” explica  este é um movimento que permite “viajar de uma maneira mais lenta, conhecendo pessoas e oportunidades locais”, permitindo a descoberta de lugares longe dos pontos mais turísticos da região. A ativista explica que a escolha da associação A Marca, foi fácil, uma vez que “tinha tudo, património local, natureza, pessoas, ou seja, tinha tudo aquilo que eu queria ensinar e mostrar às pessoas, com esta experiência”.

Para além destes eventos e iniciativas, a Marca – adl, tem um viveiro de plantas autóctones, localizado em Santa Margarida, no terreno da casa João Cidade.

Este evento realiza-se hoje e amanhã, promovendo a natureza, juventude e o turismo criativo. As inscrições podem ser feitas através das redes sociais da A Marca – adl, ou através do email marca@marca-adl.pt e contacto telefónico 266 891 222.