João Muacho e as Festas do Povo: “o sonho está mesmo ao virar da esquina”

A candidatura das Festas do Povo de Campo Maior a Património Cultural Imaterial foi aceite pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura e vai ser analisada no decorrer da 16ª sessão do Comité do Património Mundial, a realizar entre 13 e 18 de dezembro, em Colombo, Sri Lanka.

“O sonho está mesmo ao virar da esquina”, afirma João Muacho, presidente da Câmara de Campo Maior, revelando que este anúncio “é um motivo de extremo orgulho para Campo Maior e para os campomaiorenses”.

“Esta arte efémera de trabalhar o papel, como tão bem os campomaiorenses fazem, pode ser e vai ser, certamente reconhecido já no final deste ano, no Sri Lanka”, adianta o presidente. Sendo para si, esta uma forma de “reconhecer o trabalho que é feito ao logo de décadas, bem como o trabalho da Associação das Festas do Povo, do município e da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo que deram corpo a esta candidatura e, felizmente está a chegar a bom termo”.

O dossier – desenvolvido pela Turismo do Alentejo / Ribatejo, pela Câmara Municipal de Campo Maior e pela Associação das Festas do Povo de Campo Maior -, recebeu agora luz verde da UNESCO para ser votado pelos membros do Comité no decorrer dos trabalhos onde vão ser avaliadas 60 candidaturas de bens e manifestações apresentadas por diferentes países.