Alandroal assina protocolo para criação de segunda Equipa de Intervenção Permanente

O Município de Alandroal assinou ontem, 9 de setembro, o protocolo para a criação de uma segunda Equipa de Intervenção Permanente (EIP) em colaboração com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alandroal (AHBVA) para apoio a esta última.

A EIP assegura o socorro e a emergência na área do respetivo concelho, e os bombeiros que as integram são caraterizados por elevada especialização, com conhecimento em valências diferenciadas, que lhes permitem dar resposta adequada nas diferentes missões, em ocorrências cada vez mais exigentes e complexas.

À semelhança do que acontece com a primeira EIP, constituída por cinco elementos, as responsabilidades vão ser partilhadas entre o município de Alandroal e a ANEPC. A câmara municipal comparticipa a AHBVA nos custos decorrentes da remuneração dos elementos que integram a EIP, atribuindo-lhe uma verba mensal correspondente a 50% dos custos resultantes dos vencimentos, subsídios de férias e de natal e outros encargos do pessoal contratado, cabendo à ANEPC suportar os restantes 50%.

Desde o início da pandemia, o município tem fornecido EPIs e equipamentos de desinfeção e está prestes a entregar uma nova ambulância com capacidade 4X4 para acesso a locais isolados. Além do financiamento da EIP, o município transfere mensalmente três mil euros para a associação e vai lançar o Cartão Social do Bombeiro.