Ecótonos ribeirinhos são o tema do “Ambiente em FM”

Um ecótono consiste numa área mais ou menos larga de uma ou mais comunidades ecológicas, de dois ecossistemas ou dois biomas que confluem ou estão em contacto, correspondendo, por isso, a zonas de transição ambiental cujas variações podem ter origem natural como a altitude, a latitude, tipo de solos, humidade ou humano. Neste caso, o ecótono ribeirinho tem ecossistemas de bosques terrestres e também de cursos de água, como ecossistemas aquáticos, neste caso de água doce.

Na edição desta semana do programa “Ambiente em FM”, José Janela, da Quercus, fala-nos do projeto com o tema “ecótonos ribeirinhos” desenvolvido por esta organização “que tinha zonas de intervenção em dois cursos de água, um deles foi no rio Paiva, no norte do país, num sítio de importância comunitária, que tem uma área de 14500 hectares e ainda na Ribeira do Torgal que está integrado num sítio de importância comunitária da costa do sudoeste que tem uma área de 118 mil hectares”.

José Janela acrescenta ainda que “neste projeto a Quercus recuperou doze quilómetros do Rio Paiva numa área de 15 hectares e ainda cinco quilómetros da Ribeira do Torgal no sudoeste alentejano numa área de quatro hectares e foram plantadas 10 mil árvores e arbustos da fauna autóctone. Houve ainda uma exposição sobre estes ecótonos ribeirinhos.”

Esta exposição está disponível para ir a escolas ou outros espaços e, para isso, é só contactarem a Quercus, que levarão a exposição onde for necessário.

Os ecótonos ribeirinhos são o tema em destaque esta semana no “Ambiente em FM”, pode ouvir na emissão ao meio dia e meia e às 16.30 horas.