Assembleia Municipal de Viana do Alentejo aprova moção sobre a insuficiência de militares da GNR

A Assembleia Municipal de Viana do Alentejo aprovou, por unanimidade, na última sessão, a Moção sobre a insuficiência de militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) no concelho de Viana, apresentada pelos eleitos do Partido Socialista neste órgão autárquico.

Assim, foi deliberado propor ao Executivo Municipal o envidamento de esforços junto dos vários responsáveis da GNR, quer operacionais, quer políticos, para que estas insuficiências sejam minoradas.

Foi ainda decidido remeter a Moção e a respetiva deliberação para o Ministro da Administração Interna, para o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, para o Comandante Geral da GNR, para o Comandante do Comando Territorial da GNR de Évora, bem como para o Comandante do Posto Territorial de Viana do Alentejo.

Nesta sequência, já foram realizadas reuniões com a GNR e com o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, tendo a última ocorrido, através de videoconferência, onde participaram o presidente do Município, Bengalinha Pinto e o presidente da Junta de Freguesia de Alcáçovas, Manuel Calado.

Nesta última, o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna informou que será realizado um reforço de militares aquando de uma futura entrada de um novo contingente.