DECO alerta para risco de fraude com cartões multibanco

O uso de cartões multibanco, de débito e crédito, terá ganho ainda maior expressão com o surgimento da pandemia, com muitos portugueses a fazerem compras, pagamentos e carregamentos, por exemplo, através do chamado “dinheiro de plástico”. Mas há que ter cuidado ao utilizar estes cartões.

Na edição desta semana da rubrica da DECO, a jurista na delegação de Évora da Associação para a Defesa do Consumidor, Maria Inês Alvarenga, apresenta alguns conselhos para que se evitem situações de fraude, revelando que têm sido muitas as pessoas que têm caído em diversos tipos de esquemas de burla, que “visam sacar dinheiro, através da apropriação indevida de dados pessoais associados a cartões para, posteriormente, os utilizarem, por exemplo, para levantar dinheiro ou fazer compras”.

Para prevenir situações destas, apresenta algumas dicas: “não forneça os seus dados pessoais e senhas dos seus cartões bancários a ninguém; num terminal de pagamento automático seja discreto; nas compras, confira sempre o valor cobrado; e atenção aos sites pouco fidedignos, que pedem os seus dados pessoais, em troca de cupões de desconto ou prémios”.