Reguengos de Monsaraz: desacatos e atropelamento perante dois militares da GNR

Um homem, visivelmente embriagado, desencadeou ontem, 16 de julho, em plena via pública, por volta das 22.30 horas, em Reguengos de Monsaraz, vários desacatos, ao agredir um indivíduo e ao atropelar outros dois, de seguida.

Depois de fugir, de carro, a situação continuou descontrolada, com vários indivíduos a arremessar, uns contra os outros, cadeiras e mesas de uma esplanada.

No local, encontravam-se dois militares da GNR, sendo que num vídeo amador, divulgado nas redes sociais, ouve-se a população a pedir às autoridades que façam alguma coisa, no sentido de controlar a situação. Contudo, os militares não conseguiram colocar um ponto final nos desacatos.

Na causa dos incidentes, estará o facto de ter sido impedida a entrada de um grupo de indivíduos num estabelecimento de venda de bebidas alcoólicas, por não apresentarem certificado digital Covid.

Do atropelamento e das agressões acabaram por resultar três feridos ligeiros, tendo um deles, de 23 anos, sido assistido no Hospital de Évora. A viatura, envolvida no atropelamento, foi encontrada, mais tarde, sem o condutor, tendo este veículo e um outro sido apreendidos pela GNR. O suspeito foi também depois identificado. 

Tendo em conta a natureza do crime, informa a GNR, em comunicado, “foi chamada a Polícia Judiciária, que efetuou perícias às viaturas e dará continuidade à investigação”.

A GNR esclarece ainda que “será instaurado processo de averiguações para apuramento de eventual responsabilidade disciplinar relativamente à atuação dos militares”.

Veja o vídeo aqui.