StartUp marca “novo arranque e afirmação” do apoio ao empreendedorismo em Montemor

O CAME – Centro de Acolhimento às Micro, Pequenas e Médias Empresas de Montemor-o-Novo tem nova imagem e chama-se agora startUP Montemor-o-Novo.

Com a apresentação da nova imagem e do novo nome comercial da incubadora de Montemor, no passado dia 24 de junho, segundo revela a presidente da Câmara, Hortênsia Menino, pretende-se “marcar um novo arranque e afirmação desta infraestrutura de apoio ao empreendedorismo no concelho e na região”.

Para além da apresentação da Incubadora, divulgando aquilo que perspetiva para o seu futuro, no dia 24, “houve uma conversa profícua entre as Startups incubadas e as entidades parceiras, permitindo troca de informação e experiências”. De forma informal, e com degustação dos produtos da Just Farm, uma das empresas incubadas na Startup Montemor-o-Novo, Francisco Banha partilhou um pouco da sua enorme experiência e conhecimento sobre o ecossistema do empreendedor nacional e financiamento das Startups. A iniciativa terminou com uma visita às Startups incubadas Brinova e Id Velit.

Foi em 2013, que o CAME entrou em funcionamento. Passados oito anos, “avança-se para uma revisão da estratégia e modelo de funcionamento da incubadora”.

Com nova imagem e novo nome comercial da incubadora, esta infraestrutura pertence à Rede Nacional de Incubadoras, e apresenta-se “como um importante pólo de apoio à constituição, instalação e desenvolvimento de micro, pequenas e médias empresas na sua fase embrionária, de arranque e consolidação, proporcionando-lhes condições para o seu crescimento e reafirmação”, adianta Hortênsia Menino.

“A diversificação, expansão e dinamização da base económica, pilar fundamental da estratégia de desenvolvimento económico do concelho, e o estímulo ao aparecimento de iniciativas empresariais, foram as premissas que levaram o Município de Montemor-o-Novo levar a cabo este projeto que agora vai conhecer nova vida”, remata a autarca.