GUS: Cipriano Madeira apanhado de surpresa com demissão

Cipriano Madeira já não é treinador do Grupo União Sport (GUS), tal como antes noticiado na Rádio Nova Antena.

Treinador no clube há seis anos, Cipriano Madeira garante que não esperava esta decisão, por parte da direção do clube, até porque já estava a preparar, há várias semanas, a próxima temporada.

“Eu estaria só disponível para ir para o Campeonato Nacional, porque era a minha ambição, era o meu querer, foi para isso que vim para o União. Estava tudo em cima da mesa, era aqui que nos tínhamos que centrar, sabendo que havia muitas dificuldades financeiras”, revela. “A minha mágoa foi do timing não ter sido o correto”, diz ainda o treinador.

A decisão para a demissão do técnico, de acordo com o presidente do clube de Montemor, Rafael Jeremias, começou a ser posta em cima da mesa logo após o final da partida da Taça Dinis Vital, que o União perdeu por 1-0 frente ao Lusitano de Évora. Na passada sexta-feira, a nova direção do Grupo União Sport tomou posse e, na reunião que se seguiu, aconteceu esta discussão que, de acordo com o Presidente do União, “não foi fácil”. A situação foi decidida a votos, resultando na não continuidade do treinador.

A época, diz ainda Rafael Jeremias, foi atípica, sendo que, apesar do clube ter vencido o campeonato e de ter sido convidado para ir ao Campeonato Nacional de Seniores, a Direção não sente que o União tenha sido campeão.