Futebol: Lusitano de Évora ganha ao U. Montemor e conquista Taça Distrito de Évora 2020/2021

Este domingo, 20 de junho, a partir das 18h00, a Rádio Nova Antena transmitiu em direto do Campo Cunha Rivara, em Arraiolos, a final da Taça Distrito de Évora Dinis Vital, entre Grupo União Sport e Lusitano De Évora Clube, com relato e reportagem de Nuno Gamito.

No derradeiro jogo da época desportiva houve público, embora de forma limitada, nas bancadas a apoiar os dois emblemas.

Na 1.ª parte o jogo foi equilibrado, com poucas oportunidades, mas muito disputado. Destaque para dois momentos, um para cada lado. Logo no 1.º minuto de jogo, o União teve boa oportunidade, mas Bruno Machado não foi eficaz. Aos 35 minutos, por parte do Lusitano, Carapinha soltou-se na direita e cruzou, mas não apareceu nenhum colega para rematar. Ao intervalo justificava-se o nulo no marcador.

A 2.ª parte iniciou sem mudanças em ambas as equipas. Aos 53 minutos, acontece uma grande oportunidade para o União, com Bruno Machado a conseguir ganhar na raça, servindo Pipo que, querendo adornar Pessanha, foi egoísta, acabando por perder a bola para o guardião do Lusitano.

O Lusitano acordou após a jogada de Pipo, tornando a partida mais movimentada, com a equipa eborense a estar mais ativa na frente de ataque. Aos 65 minutos, Grilo apareceu na cara do guarda-redes alvinegro, mas Nuno Brás amarrou bem a bola. Aos 72 minutos, é marcada grande penalidade contra o União, a castigar uma falta clara na grande área unionista. Na transformação, Nuno Brás ainda defendeu o remate de Miguel Rosado, mas na recarga Fábio Carapinha inaugurou o marcador, com Nuno Brás a ficar desconsolado com a falta de reação da sua defensiva. Um minuto depois, Cipriano Madeira é o primeiro treinador a mexer, com Luís Madeira a ser rendido por Marvin.

O União fez depois dupla alteração, aos 78 minutos, com Carlos Cassola e Rui Pereira a serem substituídos por Fábio Capela e João Machado, desfazendo-se a tripla de centrais. O União arriscava tudo. O Lusitano efetuou a sua primeira substituição, aos 81 minutos, com Otávio a ser rendido por Ricardo Barreto. Aos 87 minutos, houve substituições em ambas as formações. No Lusitano, Carapinha saiu para a entrada de Bruno Charrua e, no União, foi a jogo Azinhais, substituindo João Diniz.

Entrava-se nos 5 minutos de compensação, onde pouco se jogou. Também nestes momentos derradeiros do jogo, os ânimos ficaram mais exaltados. No conjunto verde e branco, aos 92 minutos, Hugo Bragança ainda iria render Levi. O resultado iria-se manter-se até ao apito final do árbitro, sorrindo a vitória ao Lusitano, num jogo muito equilibrado, com muito poucas oportunidades de golo e que foi decidido no detalhe de uma bola parada.

Dar uma nota final para Paulo Pinheiro, um dos capitães do Grupo União Sport, que anunciou hoje o final da sua carreira, na qual foi exemplo de carácter, de empenho e de verdadeiro amor a um emblema!

Resultados das Finais da Taça Distrito de Évora:
FINAL Gr. União Sport 0-1 Lusitano de Évora (Fábio Carapinha)

FINAL DOS 2º CLASSIFICADOS
Redondense Fc 0-5 Gd Portel (Baixinho, Pato (2), Filipe Enfermeiro, Luís Zambujo)

FINAL DOS 3º CLASSIFICADOS
Gr. Estrela Escouralense – Gcd Fazendas Cortiço (adiado)
22 JUN – 20:00 –Estádio 1.º de Maio

FINAL DOS 4º CLASSIFICADOS
Calipolense Cd Vila Viçosa 0-0 ScBencatelense (0-3 GP)

FINAL DOS 5º CLASSIFICADOS
Santana Fc 5-1 Associação Desportiva De Vera Cruz