Primeiros atletas federados em Natação surgiram há dez anos em Montemor

NatacaoAtleticoClubeMontemorOs treinos de natação do Atlético Clube de Montemor já foram retomados, numa altura em que a secção comemorou dez anos de existência. Foi precisamente há dez anos que surgiram os primeiros atletas federados na modalidade no clube.

André Trindade é nadador salvador e foi um dos dez primeiros atletas que iniciaram há dez anos a natação federada. Aos microfones da RNA revela que “esses tempos eram muito diferentes, onde havia uma grande união”. “Na altura não existia piscina coberta em Montemor e foi muito bom, começamos a lutar por mais títulos, à semelhança de outras equipas que já tinham essas oportunidades”, revela. André Trindade considera ainda que o clube tem vindo a ter “uma boa evolução, principalmente nos jovens”.

Já Joaquim Vitorino, também um dos primeiros nadadores do clube, refere que foi para si um “prazer enorme fazer parte desta primeira equipa do clube, porque o gosto de nadar sempre esteve presente”. Destes dez anos, Joaquim Vitorino guarda a memória da primeira prova federada e o primeiro dia como treinador. Dez anos depois de ter sido um dos primeiros, Joaquim Vitorino regressou ao clube mas como treinador, depois de tirar um curso ligado ao Desporto, sendo por isso “o realizar de um sonho”. O regresso ao clubem confessa, “é uma explosão de nostalgia”.

Um dos elementos da equipa de cadetes é Salvador Falcão, que é considerado o nadador mais experiente neste escalão. Garante que “todos nadam bem”, mas acaba sempre em primeiro. O que mais gosta no Atlético Clube de Montemor é o “bom ambiente entre todos”.

NatacaoAtleticoClubeMontemorEntrevistaMaria Leonor, de 10 anos, por sua vez, pratica natação desde que tinha meses de idade. Foi tomando o gosto e tem feito algumas provas, se bem que com a Covid tem sido impossível. Quando nada, sente-se “livre” e diz que representar o clube “é um gosto enorme”.

Estes “têm sido dez anos duros, mas ver o desenvolvimento do clube e o crescimento dos atletas é gratificante”, revela o presidente da ACM e treinador no clube, Hugo Ventura. O número de atletas tem vindo a aumentar, sendo que o clube inicou com com dez. Já teve mais de 40 nadadores, mas com a pandemia são agora são 38. “Temos lutado contra a pandemia e até com treinos online, mas sempre que possível estamos a nadar”, revela.

Hugo Ventura recorda ainda as melhores memórias que tem até à data do clube que atualmente preside: “a primeira é a equipa de cadetes com oito elementos, porque era um escalão que não tinham anteriormente no clube, uma vez que o clube iniciou em escalões mais velhos. Estes foram os primeiros miúdos que começaram na natação para bebés e mantiveram-se até à competição e todos eles continuam a competir, adorei esse momento”.

Outras das memórias que guarda diz respeito à primeira prova organizada de forma oficial em Montemor. “Foi uma grande batalha conseguir trazer uma prova do género, mas foi excelente”, garante.

A reportagem completa, de Paulo Canas, para ver, ou rever, aqui: