Futebol: U. Montemor entra na Taça a empatar com Aguiar

IMG_5765Neste domingo, 9 de maio, o futebol sénior regressou à competição, com a realização da 1.ª jornada da Taça Distrito de Évora “Dinis Vital”.

O Grupo União Sport recebeu no Estádio 1.º de Maio, o Aguiar e, após estar a perder por 0-2, alcançou um empate a duas bolas. O Fazendas do Cortiço deslocou-se ao terreno do Borbense, onde também empatou a duas bolas. Já o Cabrela perdeu em casa por 1-2 com o Lusitano de Évora.

De referir que, na jornada inaugural houve já um jogo adiado, devido a um caso de Covid na equipa de Oriola, o Oriolenses-Estremoz foi adiado, estando já agendado para 3 de junho.

Sobre o encontro que a RNA acompanhou com relato, o Grupo União Sport-Aguiar, tratou-se de um jogo que iniciou movimentado, com o União mais tempo instalado no meio campo adversário. Aos 18 minutos, contra a tuada do encontro, o Aguiar inaugura o marcador, com Kelvin a cabecear forte ao canto superior direito, com Nuno Brás a não conseguir impedir o golo adversário. Com uma defesa de 3 centrais, o União mostrava dificuldades diante do irrequieto Kelvin.

À passagem da meia hora do encontro, a contabilidade de oportunidades de golo era quase inexistente, com o Aguiar a aproveitar uma das duas chances que teve. O União tentou responder mas revelava muitas dificuldades e poucos argumentos para fazer estragos na grande área contrária, com o Aguiar a apresentar-se muito certinho a defender. Antes do intervalo o União teve oportunidade para restabelecer a igualdade, contudo, o tempo de descanso chegaria sem mudanças no marcador. Ao intervalo acontecia surpresa no 1.º de Maio, com mérito para o Aguiar, até porque no aproveitar está o ganho.

A 2.ª parte iniciou sem mexidas nos 11 iniciais. O União entrou com mais velocidade e, logo nos primeiros minutos, esteve à vista o empate, em lance de bola parada. Após marcação de um livre direto, por Pipo, a bola por milagre não entrou na baliza do Aguiar. Cheirava a golo para o União mas, aos 59 minutos aconteceu o oposto, Sérginho acreditou e fez um cruzamento largo, assistindo Zé Feio que, com mestria e de calcanhar, marcou o segundo da tarde para a formação visitante. Aos 60 minutos, o Aguiar efetuou dupla alteração, com Luís Carlos e Dani a serem rendidos por André Garcia e Rui Conchinha. O União faria as suas primeiras alterações aos 66 minutos, entrando Rui Pereira e Marvin, para os lugares de João Machado e Carlos Cassola.

O Aguiar fez nova alteração, aos 70 minutos, com Diogo Grilo a ser substituído por Toy. Aos 74 minutos, o União reduz a desvantagem após jogada de Serrano e Bruno Machado, com Marvin a encostar para o golo. Nos minutos seguintes o poste e a trave impediram o empate, com o União ser manifestamente infeliz. Cipriano Madeira, à entrada dos 10 minutos finais, coloca a carne toda no assador e fez entrar Azinhais e Fábio Capela, saindo Diniz e Luís Madeira. Aos 82 minutos, a equipa montemorense alcança a igualdade, após trabalho de Pipo na esquerda, a cruzar para Bruno Machado faturar. O treinador Luís Coxola ainda fez tripla substituição, com Zé Feio, Kelvin e Nuno Pinto a serem rendidos por Rui Peixe, Diogo Passinhas e Rafa. Um destaque para o veterano Rui Pereira, que entrou muito bem na partida. O União ainda acreditou e lutou pela vitória, mas não teve a sorte do seu lado.

Em suma, após uma primeira parte previsível, lenta e desinspirada, e a estar a perder por 2-0 já na 2.ª parte, o União esteve à beira do KO, o que não aconteceu. Após várias substituições, a equipa do União chegou à igualdade e foi em busca da vitória, porém foi infeliz com várias bolas no poste e uma trave. Houve então duas partes distintas, num jogo que nos segundos 45 minutos foi eletrizante, e em que o Aguiar, apesar de decair fisicamente fez pela vida.

Resultados:

Grupo A:

Borbense 2-2 Fazendas do Cortiço, Vera Cruz 0-2 Monte Trigo

Grupo B
Oriolenses – Estremoz (adiado para 3/06), Grupo União Sport 2-2 Aguiar

Grupo C
Cabrela 1-2 Lusitano de Évora, Redondense 2-1 Bencatelense