A.XAT: um clube recente, mas já com muitas conquistas

A. XAT Luís Barrigoto (2)Apesar de um clube recente, a Associação de Xadrez “A Torre”, a A.XAT, de Montemor-o-Novo, tem conseguido alcançar grandes feitos, como aconteceu, recentemente, no Torneio de Mestres, em Fátima, ao conquistar os três lugares do pódio.

O presidente do clube, Luís Barrigoto, lembra que a A.XAT nasceu em 2015, com o objetivo de “desenvolver o xadrez” na região, sendo que, até aqui, entre outros, já venceram muitas provas importantes. “Nós, em cinco anos, já conseguimos subir uma equipa da terceira à primeira divisão, sermos campeões nacionais, vencer uma Taça de Portugal, uma Supertaça e vencer um campeonato nacional em semi-rápidas”, revela.

Agora, e tendo em conta a pandemia, as dúvidas sobre o calendário de provas são algumas. Quatro dos jovens da A.XAT – Franciso Veiga, Bruno Martins, João Cordeiro e Tiago Silva, adianta Luís Barrigoto, “seriam uma aposta no ano passado, nos nacionais de jovens, que não se efeturam”.

“Este ano temos um calendário com alguma redução de provas e não sabemos ainda como sserá. Isto será passo a passo, conforme os estados de emergência e como o país vai reagindo às questões da Covid-19, pelo que não sabemos se o calendário se vai manter como está”, remata o presidente da A.XAT.