Reguengos de Monsaraz inaugura Núcleo de Arte Contemporânea

Transgressão-Graça Morais
Transgressão-Graça Morais

O Núcleo de Arte Contemporânea de Reguengos de Monsaraz vai ser inaugurado amanhã, dia 3 de maio, pelas 10h30, com uma exposição de 10 obras da coleção do Novo Banco.

Nesta nova galeria de arte localizada no Palácio Rojão, onde está instalada a biblioteca municipal, vão estar expostas durante cinco anos obras de Graça Morais, José Pedro Croft, Rui Sanches, Luís Noronha da Costa (1942-2020), Lucio Muñoz (1929-1998) e Manuel Amado (1938-2019).

Esta mostra de artistas contemporâneos resulta da parceria estabelecida entre o Novo Banco e o Ministério da Cultura para disponibilizar ao público o seu património artístico e cultural. No Núcleo de Arte Contemporânea de Reguengos de Monsaraz poderá ser apreciada uma pintura a tinta celulósica sobre tela e a pintura a óleo sobre tela “Paisagem”, ambas de Noronha da Costa, pintor e cineasta que procurou durante a sua carreira artística trabalhar a perceção da imagem, entre a figuração e a abstração, utilizando desde a década de 1970 materiais e técnicas até então pouco comuns.