“Os Barrigas e os Magriços” para assistir este domingo em Montemor

OsBarrigasEOsMagricosAs comemorações do 47º aniversário do 25 de abril terminam amanhã, domingo, dia 2 de maio, em Montemor-o-Novo, com um espetáculo para toda a família.

“Os Barrigas e os Magriços” será apresentado, a partir das 11 horas, no espaço exterior junto ao cineteatro Curvo Semedo.

A peça, do Teatro Extremo, com texto de Álvaro Cunhal, propõe-se a narrar a história dos antecedentes que explicam a Revolução de Abril de 1974. Socorrendo-se de uma parábola e explicitando, de forma muito clara e visual, a oposição entre os exploradores e os explorados, o autor justifica a necessidade da mudança com o cansaço de anos e anos de exploração e sofrimento das classes operárias e mais desfavorecidas.

Em “Os Barrigas e os Magriços”, através de poderosas imagens, Álvaro Cunhal conta às crianças a luta travada pelos Magriços por uma vida liberta da opressão dos Barrigas, pela partilha justa dos meios de produção. A revolta dos Magriços levou ao derrube dos barrigas em 25 de Abril de 1974.

A versão cénica apresentada pela Teatro Extremo é assinada por Catarina Pé-Curto e Jorge Feliciano, que evolui em dois discursos complementares: o discurso narrado e o discurso visual pela manipulação de imagens, formas e objetos. Juntos fazem a ponte entre passado, presente e futuro.