Recolha de assinaturas para libertar e proteger ativistas de direitos humanos

maratona cartasA Maratona de Cartas da Amnistia Internacional é o maior evento de direitos humanos a nível mundial, porque nela participam milhões de pessoas dos quatro cantos do planeta.

O objetivo é angariar assinaturas para diversas petições e enviar cartas solidárias de apoio a pessoas em situação de perigo pelo trabalho desenvolvido no âmbito dos direitos humanos, como nos explica Ana Rita Cristiano, professora no  Agrupamento de Escolas de Arraiolos e dinamizadora desta atividade.

“A atividade Maratonas de Cartas da Amnistia Internacional é um evento de ativismo, realizado anualmente, e que tem duas vertentes: a primeira é assinar petições, neste caso todos os anos são escolhidas seis pessoas de todo o mundo que estão em perigo ou que estão a ser perseguidas, ou detidas, porque desenvolveram um trabalho pacífico no âmbito da defesa dos direitos humanos. Estas petições servem para a Amnistia Internacional fazer chegar junto dos tribunais e poder promover ajuda a estas pessoas ou até mesmo a sua libertação e a sua proteção. Por outro lado temos o envio das cartas. Este ano todas as atividades são feitas online e estas cartas são de solidariedade, que pedimos aos nossos alunos que escrevam e depois são feitas chegar a estas pessoas”, adianta Ana Rita Cristiano.

Neste momento a escola de Arraiolos já angariou mais de 200 assinaturas. Para participar basta entrar no site https://www.amnistia.pt/peticao/maratona-de-cartas-2020/ e selecionar a petição ou as petições que quer assinar. No código da escola poderá colocar KGC6 que é o código da escola de Arraiolos. A recolha de assinaturas decorre até dia 31 de Janeiro.