Perda de emprego no distrito de Portalegre com “impacto irreversível”  

JorgePaisCerca de 32 por cento dos empregadores portugueses, segundo um estudo da Manpower Group, não conta retomar os níveis de contratação, que se verificavam no período pré-pandemia, sendo Portugal um dos países de toda a Europa que revela menos otimismo em relação à possibilidade de recuperar estes valores de contratação em menos de um ano.

No caso do distrito de Portalegre, e segundo o presidente da NERPOR, Jorge Pais (na foto), não havendo dados concretos relacionados com esta questão, a região acompanha a tendência nacional, sendo que os empresários, perante as dificuldades, estão a reduzir o número de empregados.

“A nossa região, com menor número de empresas (em relação a outras regiões do país), tem características especiais e, infelizmente, toda a perda de emprego teve um impacto irreversível”, explica Jorge Pais, adiantando que os empresários “não estão apenas a pensar fazer essa redução temporária”, mas de uma forma definitiva.

Perante o desemprego que advêm desta situação, a população desempregada, adianta Jorge Pais, vê-se obrigada a procurar trabalho fora da região e do próprio país. “Vão ter de procurar aí a sua vida pessoal e profissional, porque na nossa região não estão criadas condições para esse efeito”, acrescenta.

O presidente da NERPOR revela ainda que, do seu ponto de vista, “há que reforçar o tecido empresarial e combater esta situação, criando novas empresas, novos empregos e novas oportunidades”, remata.

A percentagem de empregadores que espera retomar a atividade antes da pandemia, no espaço de um ano, desceu para 29 por cento. Relativamente à contratação, 32 por cento dos empregadores portugueses não conta retomar os valores de contratação pré-pandemia.

Estes dados, apresentados recentemente, “foram recolhidos durante a segunda vaga da pandemia e não refletem ainda o impacto do anúncio do início da campanha de vacinação contra a Covid-19, que dá um novo alento às empresas”, revela a nota de imprensa da Manpower Group.