Resultados do projeto Life Lines na rubrica de hoje

_DSC0048O projeto Life Lines chega ao fim a 31 de Maio de 2021 e todas as ações de conservação bem como as ações de sensibilização estão numa fase de conclusão.

António Mira, coordenador do projeto, refere que estão a fazer uma avaliação dos resultados, porque “o que correu bem é para continuar a fazer bem e o que correu mal a ideia é adaptar e pensar como é que se pode modificar as coisas para correrem bem”.

Fazendo uma avaliação global e tendo em conta a dimensão do projeto e o número de ações, “atuou-se em linhas elétricas, em ferrovias desativadas, em diferentes tipos de estrada” e fez-se coisas muito diferentes como “promover vegetação autóctone, remover as espécies de vegetação invasora, promover refúgios para borboletas, para ratinhos e para outra fauna, mas também para plantas”.

Fazendo um balanço, o coordenador do projeto considera que “na redução dos atropelamentos, gradualmente, houve um resultado muito positivo, que variou consoante os grupos e as espécies.

Nos mamíferos registou-se uma redução de atropelamentos na ordem dos 30 a 40%. Nos passarinhos e nas aves a redução foi um pouco maior, mas onde houve uma redução muito significativa na ordem dos 90% foi na redução dos atropelamentos de sapinhos, salamandras e rãs, onde com medidas simples foram encaminhados para passagens seguras, evitando que morram atropelados.

Os resultados do projeto Life Lines são o tema da edição desta semana do Life Lines FM para ouvir na emissão às 12.30 horas e às 16.30 horas.