Fabrico de Chocalhos celebra 5º aniversário como Património da Humanidade

2020_chocalhos_aniversarioNo dia 1 de dezembro, o fabrico de chocalhos celebra o 5º aniversário como
Património Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente pela Unesco.

A candidatura foi coordenada pelo antropólogo Paulo Lima, que contou com a
colaboração de uma equipa da qual faziam parte, entre outros, a historiadora Ana
Pagará, o fotografo Augusto Brázio e o realizador David Mira, e liderada pela Entidade
Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo em colaboração com a Câmara Municipal
de Viana do Alentejo e a Junta de Freguesia de Alcáçovas.

Para assinalar o quinto aniversário da inscrição do fabrico de chocalho na Lista de
Património Imaterial com salvaguarda urgente, o Município de Viana do Alentejo
promove um conjunto de ações para a valorização deste património.

Ao longo do mês de dezembro vão decorrer algumas iniciativas com o objetivo de
valorizar e promover a arte chocalheira e os seus mestres, tendo em vista a
transmissão de uma herança cultural e de uma tradição enraizada na freguesia de
Alcáçovas.

As primeiras ações decorrem no dia 1 de dezembro, com a transmissão online (via
facebook através da página do Município de Viana), a partir das 11h00, do workshop
"Arte de fazer chocalhos", da Fábrica Chocalhos Pardalinho. Ainda no dia 1 de dezembro, é lançada a primeira questão do desafio pedagógico “À descoberta do
fabrico de chocalhos”, que durante o mês irá pôr à prova os conhecimentos dos
internautas. É ainda publicado nas redes sociais do Município, o filme oficial da
candidatura do Fabrico de Chocalhos, realizado por David Mira.

Já no dia 17 é lançado no facebook do Município, o documentário “GPS – Arte
Chocalheira de Alcáçovas”, da autoria do jornalista Luís Godinho, produzido por Luís
de Matos e com imagem de Rui Fernandes, dedicado a esta manifestação cultural.
Ciente da importância desta manifestação cultural, o Município tem patente ao público,
no Paço dos Henriques, em Alcáçovas, uma exposição permanente dedicada ao fabrico de chocalhos. Uma exposição que constitui um veículo de divulgação, conservação e valorização do Fabrico de Chocalhos e dos mestres chocalheiros. A exposição, que ocupa o 1º piso do edifício, está dividida em três partes: a primeira sala é dedicada ao fabrico de chocalhos, a segunda à paisagem sonora e sensorial que os chocalhos produzem e, a terceira sala, aos mestres chocalheiros. A exposição permanente contempla ainda três outras salas dedicadas ao conjunto artístico – arquitetónico, ao património e à memória oral, onde o visitante é convidado a depositar uma história biográfica.

No rés-do-chão, na sala das exposições temporárias, continua patente ao público a
Exposição “100 Chocalhos de Excelência, Gente Excelente”, com 100 chocalhos
assinados por personalidades nacionais com uma dedicatória ao Alentejo.