Dia Mundial da Diabetes assinala-se a 14 de novembro

Illustration of diabetes flat design concept with blue ring and icons elementsEste sábado, 14 de novembro, é Dia Mundial da Diabetes: uma data que serve para consciencializar as pessoas sobre a doença e divulgar as ferramentas para a sua prevenção.

Contudo, e segundo o médico Pintão Antunes, a diabetes, à semelhança de outras patologias, perante a situação pandémica que o país atravessa, tem sido muito esquecida.

Estando na origem de doenças como enfarte do miocárdio ou AVC, a diabetes, garante o médico, mata muito mais pessoas que a Covid-19. “Em Portugal, hoje, ninguém fala das patologias crónicas que matam mais que a Covid. Se formos a ver a letalidade de uma diabetes, não tem comparação possível”, garante.

Pintão Antunes lembra ainda que a diabetes “só se manifesta pelas suas complicações tardias: se a pessoa tiver um enfarte, um AVC, insuficiência renal”. “Só na parte final é que a diabetes se nota”, acrescenta.

Estima-se que, em Portugal, a diabetes afete 13,3% da população com idades entre os 20 e os 79 anos, das quais 44% desconhecem ter a doença. Todos os dias, no país, são diagnosticados com diabetes cerca de 200 novos doentes. A nível mundial, a diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas.

O Dia Mundial da Diabetes é comemorado em memória do dia de aniversário de Frederick Banting, que, juntamente com Charles Best, foi o responsável pela descoberta da insulina em 1922.