Microvida contribui para menor poluição na agricultura

microvidaA Microvida trabalha com um conjunto de microrganismos que se chamam EM, que é a designação para Effective Microrganisms, uma tecnologia probiótica e natural desenvolvida em 1982 no Japão com a intenção inicial de criar uma alternativa natural para os fertilizantes sintéticos e pesticidas. Trata-se de um preparado natural, composto por mais de 80 microrganismos que aceleram a decomposição natural de matérias orgânicas e promovem o equilíbrio da flora microbiana.

Este é um projecto que oferece soluções ecológicas à regeneração e despoluição da terra, da água ou do ar. Fundada em 2010, contribui para uma menor poluição na agricultura e no ambiente, como nos explica João Raposo, fundador do projecto.

Em Montemor-o-Novo, a Microvida trabalha em cooperação com a cooperativa Minga que combina a eficiência dos Microrganismos Eficazes com a sua experiência em agricultura e ambiente.

A Microvida, através dos seus microrganismos trabalha com compostagem, regeneração e despoluição de solos, prevenção de pragas, entre muitas outras utilizações.