Futebol: U. Montemor vence por 4-2 Aguiar

accf8b6d-ad1b-4322-9801-78c081409cecEste domingo, 8 de novembro, a partir das 15h00, jogou-se a 5.ª jornada da Divisão de Elite e da Liga AFE, da Associação de Futebol de Évora.
Em termos de equipas do concelho de Montemor-o-Novo, apenas o Escouralense não jogou este domingo. Em relação às equipas que jogaram, na Elite, o Grupo União Sport recebeu e venceu por 4-2 o Aguiar, enquanto que o Cortiço deslocou-se ao Lusitano de Évora onde perdeu por 1-0. Na Liga AFE, o Cabrela massacrou o Vera Cruz por 15-1, com 6 golos de Cláudio Neves.

Quanto ao jogo que a RNA acompanhou com relato – U. Montemor-Aguiar – o União recebeu um adversário que vinha de bons resultados e deu grande réplica. No 11 inicial do União, destaque para a ausência de Pipo por doença, mantendo-se Leonardo Pereira na equipa titular, com Ricardo Bernardo recuperado de lesão a estar no banco de suplentes e Lino Malhão a estrear-se nas convocatórias. A partida iniciou rapidíssima, com a equipa da casa a ter logo uma grande oportunidade, mas Bruno Machado, isolado, escorregou e teve má receção da bola, fruto do estado do relvado, uma dificuldade grande para ambos os conjuntos. Aos 10 minutos, João Diniz num pontapé de livre direto, marcado de pé esquerdo, inaugura o marcador, com o guarda-redes do Aguiar a escorregar e a ser mal batido. O União dominava os acontecimentos e estava mais perto de marcar o segundo do que o Aguiar de empatar, contudo, em lance de bola parada, aos 20 minutos, o Aguiar chegaria ao empate, com Garcia a bater um livre e Zé Feio a cabecear para a igualdade. O Aguiar demonstrava ao que vinha e a sua organização, com a partida após o golo do Aguiar a ficar mais equilibrada. O União chegaria novamente à vantagem, aos 32 minutos, numa jogada muito rápida, quando o Aguiar estava muito estendido no terreno, esquecendo-se de fechar os caminhos da sua baliza, com Miguel Serrano a servir de bandeja Fábio Capela, que disse que sim ao golo. Pouco depois, o guardião Dudu coloca mal a bola em jogo, mas Bruno Machado não consegue converter. Também Capela foi infeliz, enviando a bola ao poste, após ser servido superiormente por Rúben Varela. Após marcar o segundo, o União carregou e teve oportunidades sucessivas, mas foi perdulário. Por isso, ao intervalo, o resultado de 2-1 era lisonjeiro. O União foi muito superior nos primeiros 45 minutos, tendo efetuado a sua melhor primeira parte da temporada, porém, foi para intervalo com a vantagem mínima.
Na 2.ª parte, a partida recomeçou sem alterações em ambos os conjuntos. Aos 55 minutos, o treinador do Aguiar, Luís Coxola, fez dupla alteração, com Kelvin e Serginho a renderem Paulo Farinha e Luís Carlos. Aos 56 minutos, André Garcia, o melhor jogador do Aguiar, demonstrou a sua classe, fazendo gato sapato da defensiva do União, colocando a bola no fundo das redes de Nuno Brás, restabelecendo a igualdade. A resposta do União foi pronta e, aos 58 minutos, o ponta de lança Bruno Machado, no sítio certo, respondeu positivamente a um passe magistral de Leonardo. O jogo estava frenético e o Aguiar mostrava estava vivo, com o meio campo alvinegro a precisar de ser refrescado. O União fez então a sua primeira alteração, com Ricardo Bernardo a substituir João Diniz. Pouco depois, o União fica reduzido a 10 unidades, com Bruno Machado a ver dois amarelos em dois minutos, com o segundo amarelo a surgir numa situação da qual se desconhecem os motivos, e que provocou ainda a expulsão do treinador adjunto Paulo Minhoca, devido a protestos. O União respondeu com mais uma mexida, com a saída de Azinhais para a entrada de João Machado. Aos 80 minutos, o Aguiar fez a terceira alteração, com Pisco a ir a jogo, rendendo Dani. Aos 85 minutos, o Aguiar fez nova substituição, com Rodrigues a substituir Rodrigues. Um minuto depois, aos 86 minutos, Paulo Pinheiro alcança de cabeça o golo da tranquilidade, após cruzamento de régua e esquadro de Rúben Varela, um golo importante com dedicatória a Duarte Chiola. Cipriano Madeira ainda iria proporcionar duas estreias em jogos oficiais na equipa sénior, com as entradas de Luís Madeira, de apenas 17 anos, e de quem muito se espera, e Diogo Ferreira. Já em tempo de descontos, também o Aguiar iria ficar reduzido a 10 unidades, com Kelvin a ser expulso por duplo amarelo. O União esteve ainda perto do 5.º, com Luís Madeira a não ser egoísta, a passar para Ricardo Bernardo, que enviou a bola ao poste.
Em resumo, este foi um jogo de muito desgaste, numa excelente partida de futebol, apesar do relvado pesado, em que o União foi justo vencedor, com o Aguiar a demonstrar que vai ser uma equipa a ter em conta nesta Elite, pois tenta disputar todos os jogos.

Resultados:
Divisão de Elite: U. Montemor 4-2 Aguiar, Corval 0-1 Arraiolense, Lusitano Évora 1-0 Fazendas do Cortiço, Estrela Vendas Novas 0-0 At. Reguengos. Descansou: Alcaçovense.
Jogos Adiados: Sp. Viana – Portel (adiado 8/12), Monte Trigo 0-0 Redondense (adiado para 27/12), Canaviais – Escouralense (adiado 27/12)

Liga AFE: Arcoense 3-1 Lusit. Évora SAD B, Outeiro 2-0 Perolivense, Borbense 1-1 Tourega, Cabrela 15-1 Vera Cruz. Descansa: Oriolenses.
Jogos Adiados: O Calipolense – Bencatelense (adiado para 27/12), Santana do Campo – Estremoz (adiado para 1 de dezembro)

Classificações:

Elite:1º  Estrela Vendas Novas 13 pts., 2º  U. Montemor 9 pts., 3º  Alcaçovense 7 pts., 4º  Aguiar 7 pts., 5º  Assoc. Lusitano Évora 6  pts., 6º  GD Portel 5 pts., 7º  At. Reguengos 5 pts., 8º  Monte Trigo 4 pts., 9º  Sp. Viana 4 pts., 10º  Arraiolense 4 pts., 11º  GDR Canaviais 4 pts., 12º  Escouralense 3 pts., 13º  Corval 2 pts., 14º  Redondense 1 pts., 15º Fazendas do Cortiço 0 pts.

Liga AFE:1º Arcoense 9 pts., 2º GD Cabrela 9 pts., 3º Oriolenses 9 pts., 4º Lusit. Évora B 9 pts., 5º Perolivense 6 pts., 6º Borbense 4 pts., 7º GD Tourega 4 pts., 8º O Calipolense 3 pts., 9º Bencatelense 3 pts., 10º CF Estremoz 3 pts., 11º SB Outeiro 3 pts., 12º Santana do Campo 0 pts., 13º Vera Cruz 0 pts.