Bombeiros de Évora recebem 50 mil euros da Câmara de Évora

bombeirosA Câmara Municipal de Évora aprovou um apoio à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora. O executivo municipal deliberou, por unanimidade, apoiar a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora, no valor de 50 mil euros, deverá traduzir-se maioritariamente na aquisição e Equipamentos de Proteção Individual (EPI), vitais para o desempenho da sua atividade humanitária.

Os eleitos municipais foram igualmente unânimes no repúdio e manifestação de pesar pela destruição de uma anta na Herdade do Vale da Moura, Freguesia da Torre de Coelheiros. O monumento, atribuído ao período neolítico, estava citado no Plano Diretor Municipal (PDM) “em zona de salvaguarda na categoria de valor A1, o que determina proteção máxima”, divulga o Município de Évora.

Segundo o referido plano, “qualquer tipo de obras ou de intervenções no subsolo em áreas que possam afetar ou colidir com sítios ou estruturas arqueológicas são precedidas de avaliação prévia de eventuais impactes sobre os vestígios de natureza arqueológica inventariados”. Eduardo Luciano, vereador da Cultura, informou a Câmara Municipal que “o ato foi objetivamente deliberado, já que o mesmo aconteceu após ter sido ignorado aviso prévio da Direção Regional de Cultura do Alentejo”. Informou ainda Eduardo Luciano que “a Câmara Municipal está a acompanhar as diligências que entretanto foram tomadas nas vias judiciais para apuramento de responsabilidades”.