CENDREV continua sem apoios do governo

teatro_garcia_resende_O Cendrev, é uma das companhias de teatro de Évora que, embora tenha tido a sua candidatura elegível no último concurso de apoio às artes, não beneficiou do respectivo apoio, porque o dinheiro disponível só permitiu financiar parte dos projectos apresentados, Carlos Pinto de Sá autarca Eborense, lamenta a situação.

Esta situação foi exposta ao ministério da cultura, mostrando-se sensível a esta questão, mas até ao momento nada foi feito.

O PCP veio a público mostrar a sua preocupação com esta situação, onde afirma que a democratização da cultura não é salvaguardada quando se põem em causa projectos culturais estruturantes que garantem o cumprimento de serviço público em diferentes regiões do país.

O CENDREV, corre o risco de ser extinto, por falta de apoio, por parte do governo. Carlos Pinto de Sá, não se conforma com a falta de apoios não só ao Centro Framático de Évora, como a outras companhias alentejanas.

Recorde-se que o Cendrev é uma das companhias de teatro de Évora, embora tenha tido a sua candidatura elegível no último concurso de apoio às artes, não beneficiou do respectivo apoio, porque o dinheiro disponível só permitiu financiar parte dos projectos apresentados. Os Trabalhadores do Cendrev viram-se obrigados a recorrer ao fundo de desemprego.