Idosa “mordida por ratazana” em Lar

Lar-S.JoséUma idosa de 81 anos, doente de Alzheimer, terá sido mordida por uma ratazana, enquanto estava aos cuidados do lar da Santa Casa da Misericórdia de Montargil, no concelho de Ponte de Sôr, acabando com grandes mazelas físicas, segundo a família.

A Rádio Nova Antena falou com Carina Prates, neta desta idosa, que explica que a avó terá sido “mordida numa orelha quase até ao tímpano”, acrescentando ainda que “a ratazana lhe comeu um calcanhar e roeu-lhe algumas partes dos dedos das mãos”.

Carina Prates explica ainda que, durante algum tempo, “a instituição escondeu da família o que realmente aconteceu” com a idosa. “Foi-nos dito – segundo Carina Prates –  que ela tinha sido mordida por um ratito. Mas não foi um ratito, foi uma ratazana. No primeiro dia, em que foram para as urgências de Ponte de Sôr, já não estavam a conseguir controlar as hemorragias, por isso é que foram chamados os bombeiros. Esta situação foi-nos ocultada, durante algum tempo”, revela.

A família só terá tido conhecimento do que realmente aconteceu, explica Carina Prates, quando uma tia sua, filha da idosa, terá ido pagar as despesas de deslocação ao hospital de Portalegre, onde esta idosa de 81 anos terá chegado, segundo a neta, num “estado lastimável”.

A família exige agora justiça, pelo que já apresentou queixa junto das autoridades competentes. A idosa, assim como o seu marido, foram, entretanto, institucionalizados num outro lar.

A Rádio Nova Antena contactou o lar da Santa Casa da Misericórdia de Montargil, para obter esclarecimentos sobre o sucedido, que foram remetidos para mais tarde.