Universidade de Évora vai pôr Inteligência Artificial ao serviço do SNS 24

transferir (1)SNS24 Scout é a designação do novo sistema que está a ser desenvolvido, desde
janeiro deste ano, por uma equipa de investigação da Universidade de Évora (UÉ)
e que se espera vir a ter um impacto bastante significativo no serviço prestado aos
cidadãos, permitindo uma melhor e mais rápida interação com a Linha SNS 24.
O resultado esperado é uma diminuição de, pelo menos, 5% no tempo de cada
chamada telefónica e um aumento estimado de 50.000 chamadas telefónicas atendidas durante um ano pela Linha SNS24.

O projeto “Aplicação de Metodologias de Inteligência Artificial e Processamento de
Linguagem Natural no Serviço de Triagem, Aconselhamento e Encaminhamento do
SNS 24”, em parceria com Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, E.P.E.
(SPMS), é coordenado pelo investigador Paulo Quaresma e integrado por uma equipa
multidisciplinar de investigadores da UÉ, do NOVA LINCS – Laboratório de
Informática e Ciências da Computação e do Centro de Investigação em Matemática e
Aplicações (CIMA).
Para desenvolvimento do SNS24 Scout a equipa está a aplicar técnicas de
Processamento de Língua Natural (PLN) e de Aprendizagem Automática (ML-Machine
Learning), desenvolvidas especificamente para a Língua Portuguesa, bem como a
metodologias de representação de conhecimento. A metodologia é alicerçada em
classificadores construídos com base em algoritmos de aprendizagem automática sobre
um conjunto de dados anonimizados, obtidos a partir dos contactos para o SNS 24 em 2017, 2018 e 2019, dados que representam uma experiência acumulada
superior a 2 milhões de casos.

Após a criação do modelo de predição, o sistema será implementado no Serviço de
Triagem, Aconselhamento e Encaminhamento (TAE) do SNS 24, com caráter de
suporte à decisão, auxiliando o enfermeiro a selecionar, em tempo real, o algoritmo
clínico mais adequado.