COVID-19: Universidade de Évora disponibiliza mais equipamento para diagnosticar

imagesA Universidade de Évora colocou à disposição da Administração Regional de Saúde do Alentejo um extrator de DNA, equipamento essencial ao Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) na realização de testes à COVID-19.

Têm sido múltiplas as respostas ao repto que a Reitoria da Universidade de Évora
lançou no sentido de envolver a Academia em iniciativas de solidariedade, de
natureza diversa, viradas para a comunidade, em geral, e para os seus membros,
em particular: estudantes, docentes e não-docentes. Foram recentemente
entregues ao HESE viseiras de proteção produzidas pela Escola de Artes, bem
como máscaras FFP2 para proteção respiratória dos profissionais de saúde. O
Departamento de Química está a apoiar a produção 10.000 unidades de gel
desinfetante, numa iniciativa conjunta com o Parque do Alentejo de Ciência e
Tecnologia (PACT) e as empresas SHARISH GIN e Incopil. O Laboratório
HERCULES disponibilizou um dos seus equipamentos, um extrator de DNA.

A pensar no bem-estar da comunidade académica a Universidade de Évora criou
uma Linha de Apoio Psicológico, assegurada por uma equipa de psicólogos,
destinada a promover a adoção de estratégias para lidar com o isolamento e com
o stress causado pelo surto de COVID-19, com atendimento assegurado através
de várias plataformas on-line, garantindo a segurança de dados, o sigilo e a
confidencialidade dos utilizadores. Esta é mais uma medida para reforçar a
resposta dos serviços de apoio da UÉ no atual cenário de pandemia, restringindo-
se aos temas associados à mobilização da adoção de comportamentos pró-sociais
e pró-saúde face ao COVID-19.