Intermarché assegura que poucos são os produtos em falta nesta altura de COVID-19

interMontemor_sem_marca“Não há razões para uma corrida aos supermercados” devido ao Covid-19. Quem o diz é o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres.

O secretário de Estado assegura ainda que esta corrida, que se está a verificar, um pouco por todo o país, acaba por gerar um alarme injustificado.

Também a Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição já reconheceu uma corrida anormal aos supermercados, garantindo, contudo, que “não há nem haverá, para já, falta de qualquer bem de consumo”.

No Intermarché de Montemor-o-Novo, verificou-se nos últimos dias um maior volume de vendas sendo que diminuiu o número de clientes, mas os profissionais desta deste supermercado têm feito um esforço para que falte o menos possível de produtos, segundo António Xavier , proprietário do estabelecimento em causa.

 

Intermarché de Montemor-o-Novo, adota medidas de prevenção contra o surto COVID-19, e tenta que nenhum bem essencial falte nas suas prateleiras.