Mitos associados a animais silvestres no “Ambiente em FM”

Nuno Sequeira (2)Muitos são os mitos associados a determinados animais silvestres. Por isso mesmo, na edição desta semana do “Ambiente em FM”, Nuno Sequeira, da Quercus, procura acabar com alguns deles.

Em relação aos morcegos, por exemplo, Nuno Sequeira garante que estes ajudam a beneficiar a agricultura, uma vez que fazem o controlo de pragas, que “nos são prejudiciais”. “Não existem morcegos, em Portugal, sugadores de sangue”, garante ainda.

Quanto às andorinhas, Nuno Sequeira garante que não é permitido destruir os seus ninhos, muitos deles construídos em beirais de edifícios. Quando é necessário fazer alguma intervenção, deve-se proceder de acordo com a lei, e nunca remover os ninhos pelas próprias mãos. Para isso, devem ser contactados os serviços municipais ou as autoridades competentes, como o Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR.

Relativamente às cobras, Sequeira garante que a víbora cornuda apenas existe em zonas onde não existem em locais onde há pessoas, sendo que só mordem se forem importunadas.

O importante papel dos animais silvestres nos ecossistemas e a importância de transmitir às próximas gerações o respeito que animais como os morcegos, as cobras e as andorinhas nos merecem, em destaque no “Ambiente em FM”, desta semana.