Natal ecológico no “Ambiente em FM”

Nuno Sequeira (2)O natal é uma época de consumo, com um forte apelo ao consumismo o que, muitas vezes afasta os cidadãos do verdadeiro sentido do natal.

Nuno Sequeira da Quercus considera que “este consumo imediato é muitas vezes irrefletido, não só pelos problemas económicos, mas também pelos impactos ambientais”. Neste sentido apresenta alguns exemplos para tornar este natal mais ecológico e sustentável, como por exemplo “substituir o bacalhau por outra iguaria, ou quando o adquirir, o mesmo de ser média ou grande dimensão, tal como o polvo.” Ao nível da árvore de natal “podemos e  devemos decorrer a árvores vendidas com autorização ou sobrantes de podas, árvores artificiais e que apesar serem de fontes não renováveis podem conservar-se de ano para ano”.

Quanto aos embrulhos é importante “guardar e reciclar os laços e embrulhos”. Também nesta altura é normal um maior gasto de luz, no entanto podemos poupar ao nível da energia, ao desligar as luzes  quando não há ninguém em casa ou optar por lâmpadas LED.

Sabemos também que a maior parte dos brinquedos são fabricados em plástico, algo que não é sustentável. Nuno Sequeira afirma que “já existem alternativas, como os brinquedos em madeira e cada vez mais há artesãos que se dedicam a esta técnica e são uma ótima alternativa com madeira nacional e certificada.”

Estes outros conselhos para ouvir no Ambiente em FM desta semana.