Ministra da Coesão Territorial esteve em Évora

ministra_pact2A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, acompanhada pelo Secretário de
Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, e pela Secretária de
Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, estiveram no passado dia 20 de
novembro em Évora, na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do
Alentejo, para uma reunião de trabalho com os dirigentes da CCDRA e do PO Alentejo
2020.
Os governantes visitaram, ainda no início da tarde, o Parque do Alentejo de Ciência e
Tecnologia (PACT), onde tomaram conhecimento dos projetos do PACT e das
empresas já ali instaladas, tendo a Ministra elogiado o «desassossego» que permitiu às
empresas que visitou ultrapassarem os desafios, instalarem-se no interior, investirem na
formação dos seus trabalhadores e estarem disponíveis para aumentarem a sua presença
no Alentejo.
A visita às empresas e a conversa com os responsáveis pelo Parque do Alentejo de
Ciência e Tecnologia (PACT) deveu-se à necessidade do Governo de ouvir todos na
«área da Coesão Territorial, incluindo as empresas, para melhor adequar as políticas
públicas», porque «a Coesão Territorial não é só no Interior: é o desenvolvimento
harmonioso de todo o País», disse Ana Abrunhosa
Aquela governante referiu ainda que os territórios do interior são locais atrativos, «onde
há uma boa qualidade de vida, onde é fácil constituir família e conciliar a vida pessoal
com a vida profissional».
Na reunião de trabalho com a presidência da CCDR, Comissão Diretiva do Alentejo
2020, e dirigentes, foram apresentados e debatidos os objetivos programáticos definidos
para esta área governativa na atual legislatura.
Os responsáveis das Unidades Orgânicas da CCDR, do PO ALENTEJO 2020 e do
POCTEP (Programa Operacional Cooperação Transfronteiriça Espanha Portugal),
apresentaram detalhadamente as atividades que desenvolvem, tendo ficado evidenciadas
as linhas estratégicas comuns suportadas na qualidade e dinâmica dos valores e
argumentos competitivos do Alentejo.
A Visão apresentada para a próxima década decorre de um trabalho conjunto e
partilhado, sob a liderança da Presidência da CCDR e em estreita articulação com o PO
Regional, considerando que são essenciais estas duas perspetivas de natureza mais
estratégica (Serviços da CCDR) e de natureza mais operacional (Autoridade de Gestão
do Alentejo 2020).