Venda de crédito mal parado na rubrica da DECO

Isabel Curvo DECO2019Segundo a DECO, estão a ser vendidos, por parte dos bancos, empréstimos à habitação que entraram em incumprimento há poucos meses, deixando as famílias em situações complicadas. O que acontece é que os fundos de investimento ou outras entidades privadas recorrem a meios mais agressivos para recuperar o dinheiro em falta.

Isabel Curvo (na foto), jurista na delegação de Évora da DECO, garante, na rubrica desta semana, que, “muitas vezes, o cliente só sabe desta venda quando tenta pagar algum valor em divida não sendo necessário o seu consentimento para este ato”.

Em 2018, os maiores bancos portugueses venderam 5,7 mil milhões de euros em créditos problemáticos.

Nos primeiros seis meses do ano, a Deco recebeu 17 mil pedidos de ajuda por dificuldades em continuar a pagar os empréstimos ou relativos a créditos que estavam já em incumprimento. Destes, 64% ainda estavam em situação regular e os restantes 36% em incumprimento.