Maternidade de Portalegre em risco de fechar, alerta Ordem dos Enfermeiros

maternidadePortalegre-300x200A maternidade do Hospital Dr. José Maria Grande, em Portalegre, corre o risco de fechar, pela falta de enfermeiros especializados. Quem o diz é o presidente da Secção Regional Sul da Ordem dos Enfermeiros, Sérgio Branco, depois um périplo de quatro dias, realizado por 24 locais onde os enfermeiros prestam serviços no distrito, incluindo os hospitais de Portalegre e de Elvas.

Sérgio Branco não tem dúvidas que, para que este serviço continue a ser prestado à população, é necessário que o mesmo seja dotado de enfermeiros com a qualificação necessária. Sem a contratação desses enfermeiros, a Ordem considera que a segurança das pessoas que procuram a maternidade do hospital de Portalegre não está assegurada.

O presidente da Secção Regional Sul da Ordem dos Enfermeiros assegura ainda que a falta de enfermeiros no distrito tem contribuído para uma maior afluência aos hospitais, com casos que poderiam ser solucionados nos centros de saúde. Adianta ainda que é “à base de horas extraordinárias” destes profissionais que, até então, os serviços dos hospitais da região têm sobrevivido.

Num distrito com mais de 118 mil habitantes, Portalegre conta, atualmente, com cerca de 850 enfermeiros.