João Rodrigues conquista 81ª Volta a Portugal

JoaoRodriguesJoão Rodrigues, da W52 FC Porto, é o grande vencedor da edição deste ano da Volta a Portugal em Bicicleta, depois de ter sido o mais rápido no contrarrelógio final, que ligou ontem Vila Nova de Gaia ao Porto, na distância de 19,5 quilómetros.

Rodrigues bateu Joni Brandão, da EFAPEL, por 27 segundos, tendo, com isso, passado para o topo da classificação geral. António Carvalho, da W52 FC Porto, foi o segundo melhor nesta última etapa da Volta.

No final de contas, João Rodrigues subiu ao ponto mais alto do pódio. Em segundo lugar, ficou Joni Brandão e, em terceiro, Gustavo Veloso.

João Rodrigues, no final, falava numa sensação única ao vencer a edição número 81 da “Portuguesa”. Apesar de ter saído empatado com Joni Brandão para este contrarrelógio final, João Rodrigues conseguiu 27 segundos de vantagem sobre o seu concorrente direto, não podendo estar mais feliz por ganhar a Volta. O jovem atleta da W52 FC Porto sente que, depois desta vitória, é um bom sucessor para ciclistas mais experientes como Gustavo Veloso.

Já Joni Brandão, o grande derrotado desta Volta, promete continuar a trabalhar, para voltar a tentar a conquista da prova. Dá ainda os parabéns a João Rodrigues, mostrando bastante fair-play.

Daniel Mestre, da W52 FC Porto, apesar de uma costela partida, conseguiu conquistar a camisola verde. Emanuel Duarte foi o melhor ciclista jovem em prova, nesta que foi a sua primeira volta a Portugal. Ter conquistado a Camisola Branca considera ser “uma responsabilidade grande”.

Luís Gomes, por sua vez, conseguiu segurar a camisola azul, até ao fim, o que, garante, não foi fácil. Consagrou-se, ainda assim, “Rei da Montanha” nesta Volta a Portugal.