A Feira de S. João vai decorrer entre os dias 21 e 30 de junho

Anexo_Cartaz Feira 2019A Feira de S. João vai decorrer entre os dias 21 e 30 de junho, como habitualmente no Rossio de S. Brás. O tema escolhido para este ano será a Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura 2027, um objetivo estratégico importante assumido pela Câmara Municipal em conjunto com as principais instituições representativas da cidade e da região.

Cumprindo a tradição, a Feira de S. João 2019 continuará a ter o espaço dedicado aos divertimentos, comércio típico de feira, artesanato e produtos locais, atividades económicas e representação institucional. As tasquinhas das associações continuarão a ser um local privilegiado de encontro e convívio dos visitantes.

A alteração mais significativa surge em consequência das obras de remodelação do Palácio de D. Manuel: o palco principal foi transferido para a zona de estacionamento junto à muralha, na entrada Oeste (Av. General Humberto Delgado).

Precisamente no palco principal, destaca-se no programa o concerto de Ana Moura, no primeiro serão da feira e “Resistência” dia 27.

Dia 22 de junho: Esperanza Fernandez, a artista espanhola que canta José Saramago na apresentação do seu disco “Mi voz en tu palabra”;

Dia 23 de junho: Happy Mess, o grupo Indie Pop-Rock que apresenta o novo disco “Dear Future”;

Dia 24 de junho: Encontro Regional de Etnografia e Folclore, com organização da Fundação INATEL;

Dia 25 de junho: Pedro Mestre, apresentando o seu mais recente trabalho discográfico “Mercado dos Amores”, que assinala 25 anos do seu percurso musical a “Cantar o Alentejo e Outros Cantes do Sul à Viola Campaniça”;

Dia 26 de junho: Dino d’Santiago, o artista com origens cabo-verdianas que concentra o seu talento na união dos tradicionais Morna, Batuku e Funaná com o contemporâneo R&B e musica eletrónica;

Dia 28 de junho: Pedro Calado, o cantor eborense que dispensa apresentações e que editou recentemente o seu novo trabalho discográfico “O Cante do Fado”;

Dia 29 de junho: Mundosegundo & Sam The Kid, dois dos mais históricos intervenientes e impulsionadores do hip hop português;

Dia 30 de junho: Madrepaz, uma banda daquilo que a que eles próprios chamam de “pop xamânica” e Uxu Kalhus, um grupo de Fusão e World Music.