GNR de Avis despejada do posto pelo proprietário do edifício

GNR avisA GNR de Avis foi despejada do próprio posto uma vez que o proprietário das instalações se fartou de esperar pela construção do novo posto.

O município de Avis teve que encontrar umas novas instalações para ceder ao Ministério da Administração Interna para que vila não ficasse sem militares.

O proprietário tinha deixado o aviso, há dois anos, que ou a GNR comprava o edifício ou o abandonava. Na altura, a força de segurança decidiu deixar o edifício e instalar-se num outro espaço. No entanto, devido a diversos atrasos e obstáculos a obra para o novo quartel não chegou a começar.