Conta de serviços mínimos: uma solução para evitar pagar altas comissões

transferir (1)Vários bancos portugueses têm, desde 1 de maio, novos preçários relativamente às comissões bancárias. Por isso, é importante fazer comparações ou pensar em trocar para uma conta de serviços mínimos.

As entidades bancárias portuguesas são obrigadas, por lei, a oferecer aos seus clientes uma conta de serviços mínimos, as chamadas contas low cost, com um custo que não pode ultrapassar os 4,28 euros anuais.

Isabel Curvo, da DECO, explica que estas contas de serviços mínimos permitem aos consumidores “disporem de um cartão de débito, para movimentar a conta”, assim como “movimentar a conta através das caixas automáticas, em Portugal e nos estados membros da União Europeia, movimentar a conta através do serviço de homebancking e fazer depósitos, pagamentos de serviços e débitos diretos”.

Qualquer pessoa singular pode aceder aos serviços mínimos bancários, “se não for titular de uma conta de depósitos à ordem”, explica ainda Isabel Curvo. Quem tiver uma única conta de depósitos à ordem pode, contudo, convertê-la numa conta de serviços mínimos.